Menu
Busca Quarta, 17 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Bigolin

Aprovada política nacional de proteção aos autistas

07 Dezembro 2012 - 17h15



O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (5), Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 168/2011, de autoria da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), presidida pelo senador Paulo Paim (PT-RS), estabelece os direitos fundamentais da pessoa autista e equipara o portador desse distúrbio à pessoa com deficiência para todos os efeitos legais, além de criar um cadastro único dos autistas, com a finalidade de produzir estatísticas nacionais sobre o problema.

O texto tem como base sugestão da Associação em Defesa do Autista (Adefa). A política de proteção deverá articular, conforme o projeto, os organismos e serviços da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios nas áreas de saúde, educação, assistência social, trabalho, transporte e habitação, com vistas à coordenação de políticas e ações assistenciais.

A Câmara dos Deputados apresentou três emendas ao texto, que receberam parecer favorável na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Já a CDH aprovou o relatório do senador Wellington Dias (PT-PI) modificando a redação da segunda emenda que prevê multas de três a 20 salários mínimos e sanções administrativas para o gestor escolar que recusar a matrícula de aluno com autismo, por entender que se trata de uma atitude discriminatória.

No Plenário do Senado foi aprovado parecer contrário à emenda 3, que previa as penas para as práticas de castigo corporal, ofensa psicológica, tratamento cruel ou degradante à criança ou adolescente com deficiência ou com autismo como forma de correção, disciplina ou outro pretexto. O relator argumentou que as penas previstas no Código Penal (Lei 9.455/1977) são mais severas que as propostas no texto.

A matéria agora vai à sanção presidencial. Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) cumprimentou todo os colegas senadores e deputados pela aprovação do projeto.

– O Senado hoje dá mais um passo importante no sentido de implementar a Convenção da ONU sobre os direitos das pessoas com deficiência aprovado pelo Congresso Nacional com status constitucional – comemorou o senador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPÍTULO IDÊNTICO
Novamente Justiça nega recurso e posse de Cristiane Brasil continua suspensa
EDUCAÇÃO
Como recuperar a senha do Enem 2017
Como recuperar a senha do Enem 2017
'BALA PERDIDA'
Menor atinge vizinho enquanto 'brincava' com arma de chumbinho
A vítima foi socorrida por uma equipe do Samu; o estado de saúde é considerado grave
OPINIÃO
As estatais e o Estado à espera de reforma
ECONOMIA
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
Dólar segue exterior, abandona alta e cai a R$ 3,21
REGIÃO
Colisão entre Kombi e Fox na MS- 276 deixa feridos
JUSTIÇA
Beira-Mar deve permanecer no regime disciplinar diferenciado
PROJETO
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
Relatorias em comissões do Senado podem passar a ser definidas por meio de sorteio
CAPITAL
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia
Deputado de MS cai de escada e passará por cirurgia
OPORTUNIDADE
Centro Cultural lança edital para seleção de instrutores de cursos de artes

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
Homem é derrubado de moto em roubo e fica desacordado
BIOMETRIA DIGITAL
Eleitores “correm” por cadastro biométrico e cartório reafirma sobre prazo
POLÍCIA
Quatro motos são furtadas em poucas horas em Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD divulga resultado do Vestibular 2018