Menu
Busca segunda, 19 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
ELEIÇÕES 2018

Após adiamento, MDB agenda convenção para o dia 4

13 julho 2018 - 11h32Por Da Redação

A convenção do MDB e dos partidos aliados em Mato Grosso do Sul, que oficializará a candidatura do ex-governador André Puccinelli para o pleito eleitoral deste ano, será realizada no dia 4 de agosto.

Inicialmente marcado para o dia 21, o evento foi adiado a pedido da bancada estadual do partido, para que todas as siglas que irão compor a coligação realizem o ato juntas.

Além do ex-governador e pré-candidato ao governo do Estado, André Puccinelli, o MDB revelará também seus aliados e juntos anunciarão os principais nomes para disputa no Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

A Convenção Estadual do MDB ocorre a partir das 8h, com previsão de término ao meio dia, na Associação Nipo Brasileira, na saída para Três Lagoas. O evento acontece um dia depois da convenção nacional do partido, marcada para o dia dois de agosto.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Os melhores hotéis do mundo
BRASIL
A pouco mais de um mês para posse, equipe econômica está quase fechada
DOURADOS
Concessionária diz trabalhar em área afetada por queda de árvore e previsão de retorno de energia é até as 22h
FUTEBOL
Rivais tropeçam e apimentam Fluminense x Ceará no Brasileirão
MS
Publicados novos valores das unidades monetária e de referência do MS
ECONOMIA
PIB per capita de MS cresceu 4,5 vezes em 14 anos
BRASIL
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
DOURADOS
Pastoral Universitária da Unigran celebram os sacramentos do batismo e 1ª Eucaristia
DOURADOS
Hemocentro atende em horário diferenciado no próximo sábado
TRÂNSITO
Mudança: Rua Manoel Santiago passará a ser mão única até o Parque Alvorada

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados
DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’