Menu
Busca segunda, 17 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO DA PMA

PMA inicia Operação Independência com foco à pesca predatória e ao tráfico de papagaios

06 setembro 2017 - 14h20

Em virtude do feriado prolongado, que aumenta significativamente o número de pessoas presentes nos rios, especialmente, nos últimos dois meses de pesca aberta, a Polícia Militar Ambiental (PMA), deu início às 12h de hoje (06), a Operação Independência, com encerramento no dia 11 às 8h, envolvendo 342 policiais.

Nos meses de setembro e outubro é comum ocorrer elevação do número de turistas de fora e a própria população do Estado nos rios praticando pesca, especialmente em feriados prolongados. O aumento dos pescadores não se dá somente por ser os últimos meses de pesca aberta, mas porque os cardumes já começaram a se formar para a piracema e a captura é mais fácil. Em razão disso, é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado, com a finalidade de se prevenir a pesca predatória.

Prevenção e repressão ao tráfico de papagaios

Durante esta operação, atenção especial também terá o crime de tráfico de animais silvestres, em virtude deste período crítico relativo ao tráfico de papagaios. Este é um período preocupante para a PMA com relação ao tráfico de animais silvestres, pois, de agosto a dezembro é o período de reprodução do papagaio que é a espécie mais traficada no Estado.

A PMA realiza no período trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e Educação Ambiental, visto que o modus operandi principal dos traficantes é de aliciamento dos sitiantes e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para que os comprem. Muitas pessoas fazem isto, às vezes, sem saber que estão cometendo crime ambiental.

A região principal do problema é a situada nos municípios de Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo. Ontem mesmo, a Polícia Militar de Novo Horizonte do Sul apreendeu 32 papagaios e a PMA autuou uma infratora em R$ 16.

As Subunidades da PMA que cobrem estas áreas estarão monitorando o movimento dos traficantes. Em princípio, para evitar que as aves sejam retiradas e, para reprimir prendendo os elementos, quando não é possível evitar a retirada dos bichos.

Outros crimes ambientais serão combatidos e prevenidos, tais como: desmatamento e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora.

Equipes de Campo Grande estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, em contato com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante. Efetivo da sede e de outras subunidades será deslocado para a área crítica do tráfico de papagaio.

Os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.


Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-163
Mãe e filha ficam feridas após veículo sair da pista e parar em valeta
DOURADOS
Plano Municipal de Saneamento Básico é sancionado
LOTERIA
Mega acumulada deve pagar R$ 48 milhões amanhã
BATAGUASSU
Polícia encontra 115kg de cocaína em caminhão apreendido por excesso de peso
DOURADOS
Délia exonera cinco secretários de uma só vez e inicia reforma administrativa
DOURADOS
Justiça concede HC a vereadores presos em operação contra corrupção
ESTADO
Governador diz que saúde continuará sendo foco no 2º mandato
BRASIL
Bolsonaro faz primeira reunião ministerial com equipe completa dia 19
DOURADOS
Escola abre matrículas para quem deseja terminar o Ensino Médio
EDUCAÇÃO
Primeira edição de 2019 do Sisu ofertará mais de 235 mil vagas

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem faz desabafo sobre a morte do pai em confronto: “lamento por você ter escolhido esse caminho”
ABV
Homem é preso por tentativa de furto em supermercado de Dourados
QUINTINO BOCAIUVA
Bombeiros combatem incêndio em apartamento no centro de Dourados
DOURADOS
“Batida” acaba com festa lotada de menores e regada a bebida alcoólica