Menu
Busca sábado, 18 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO DA PMA

PMA inicia Operação Independência com foco à pesca predatória e ao tráfico de papagaios

06 setembro 2017 - 14h20

Em virtude do feriado prolongado, que aumenta significativamente o número de pessoas presentes nos rios, especialmente, nos últimos dois meses de pesca aberta, a Polícia Militar Ambiental (PMA), deu início às 12h de hoje (06), a Operação Independência, com encerramento no dia 11 às 8h, envolvendo 342 policiais.

Nos meses de setembro e outubro é comum ocorrer elevação do número de turistas de fora e a própria população do Estado nos rios praticando pesca, especialmente em feriados prolongados. O aumento dos pescadores não se dá somente por ser os últimos meses de pesca aberta, mas porque os cardumes já começaram a se formar para a piracema e a captura é mais fácil. Em razão disso, é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado, com a finalidade de se prevenir a pesca predatória.

Prevenção e repressão ao tráfico de papagaios

Durante esta operação, atenção especial também terá o crime de tráfico de animais silvestres, em virtude deste período crítico relativo ao tráfico de papagaios. Este é um período preocupante para a PMA com relação ao tráfico de animais silvestres, pois, de agosto a dezembro é o período de reprodução do papagaio que é a espécie mais traficada no Estado.

A PMA realiza no período trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e Educação Ambiental, visto que o modus operandi principal dos traficantes é de aliciamento dos sitiantes e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para que os comprem. Muitas pessoas fazem isto, às vezes, sem saber que estão cometendo crime ambiental.

A região principal do problema é a situada nos municípios de Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo. Ontem mesmo, a Polícia Militar de Novo Horizonte do Sul apreendeu 32 papagaios e a PMA autuou uma infratora em R$ 16.

As Subunidades da PMA que cobrem estas áreas estarão monitorando o movimento dos traficantes. Em princípio, para evitar que as aves sejam retiradas e, para reprimir prendendo os elementos, quando não é possível evitar a retirada dos bichos.

Outros crimes ambientais serão combatidos e prevenidos, tais como: desmatamento e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora.

Equipes de Campo Grande estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, em contato com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante. Efetivo da sede e de outras subunidades será deslocado para a área crítica do tráfico de papagaio.

Os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.


Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
MATO GROSSO DO SUL
Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
INDÚSTRIA 4.0
Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
ELEIÇÕES 2018
Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
EDUCAÇÃO
Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
PANTANAL
Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
ECONOMIA
Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
ELEIÇÕES 2018
TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
COTAÇÃO
Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
CONTRABANDO
PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano

Mais Lidas

DOURADOS
Defesa questiona "condenação social" e diz que pai de criança não tem ligação com morte
DOURADOS
À espera da audiência de custódia, envolvidos em morte de criança permanecem em delegacia
DOURADOS
Casal acusado de matar criança tem prisão preventiva decretada pela Justiça
DOURADOS
Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido