Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

PM envolvido no desaparecimento de armas já foi afastado

14 janeiro 2004 - 16h11

O comando da Policia Militar em Nova Andradina não quis dar declarações a respeito do desaparecimento de armas que estavam guardadas no Fórum do município, em face de o comemdante estar fora em missão oficial.Os nomes dos prováveis responsáveis do desaparecimento das armas do fórum de Nova Andradina estão sendo guardados em sigilo policial, pois alegou o delegado, Mazine que este fato atrapalharia o desenrolar dos investigações.de acordo com informações, o policial militar que supostamente teria subtraído as armas do Fórum, estava trabalhando recentemente numa guarnição de elite da Policia Militar, o qual já está afastado de suas atividades profissionais. Informações dão conta que algumas pessoas já estão sofrendo ameaças de morte, e segundo o delegado Mazine, se forem constatadas as informações sobre ameaças de morte, ele solicitará a prisão preventiva dos acusados. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Durante discussão, major da PM atira contra o ex-namorado
TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo
ANASTÁCIO
Motorista perde controle de direção e tomba carreta em ponte
EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto
CONCURSO
Exército abre inscrições para 1.100 vagas da Escola de Sargento
CORUMBÁ
Homem mata professor e foge após confessar crime para mãe
FUTEBOL
Maracaju terá que mandar jogos com portões fechados
NAVIRAÍ
Agente penitenciário é preso acusado de fornecer celular e drogas aos detentos
BENEFÍCIO
Fundect abre 50 vagas para bolsas de Agentes Locais de Inovação

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018