Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

PM de Sapucaia prende quadrilha que roubou e estuprou

16 agosto 2006 - 08h47

Após 48 horas de trabalhos intensos, com a finalidade de identificar e prender a quadrilha que vinha aterroziando as famílias na fronteira com o Paraguai, a Polícia Militar de Coronel Sapucaia realizou a detenção de quatro menores com idades entre 12 e 17 anos, de Ilson Soares, de 24 anos, e Carlos Eduardo Ribeiro, de 23 anos. Dois suspeitos, Eder Almirão Saldanha, que seria integrante de um grupo de capoeira e outro identificado por "Japão", fugiram do cerco policial.As detenções foram iniciadas às 8 horas da manhã de domingo, durante uma operação desencadeada na Vila Nova. A quadrilha é acusada de utilizar forma extremamente violenta nas ações. Pelo menos três assaltos à mão armada foram praticados no final de semana, onde, em uma delas, uma vítima foi estuprada na frente dos filhos.A onda criminosa, supostamente praticada pelo bando, teve início por volta das 21h30 da sexta-feira, na área central, quando três homens armados e encapuzados invadiram uma residência e depois de renderem os moradores, fugiram levando dinheiro e jóias. A segunda ação da quadrilha teria acontecido no sábado, por volta das 7 horas, quando, em plena luz do dia, os delinqüentes invadiram um mercado na Vila Nova, renderam os proprietários e funcionários, subtraíram dinheiro e fugiram.A ação mais violenta da quadrilha foi realizada às 2h30, madrugada de domingo. Três delinqüentes invadiram uma residência, também na área central e após renderem uma mulher de 35 anos, dois filhos e um sobrinho, todos menores de idade, subtraíram jóias e dinheiro, e antes de fugirem, um deles a estuprou na frente das crianças.DetençõesPara a detenção da quadrilha a Polícia Militar de Coronel Sapucaia contou com o reforço de policiais de Amambai. Após levantarem informações sobre o paradeiro dos membros do grupo criminoso, foi desenvolvida uma operação que resultou na detenção dos seis suspeitos. Segundo a polícia, os acusados estavam escondidos no interior de duas residências na Vila Nova - periferia -, onde também foram apreendidos diversos objetos, a princípio sem procedência, fator que segundo a polícia, teria ficado confirmado com o reconhecimento, por parte das vítimas, como sendo os subtraídos durante os assaltos. Nas residências vistoriadas não foram encontradas armas de fogo, mas a polícia encontrou pelo menos quatro capuz, um pé-de-cabra e equipamentos para arrombamentos, entre outros objetos. Os acusados também figuram como principais suspeitos de praticarem um outro assalto à mão armada a uma padaria no Jardim Ipê, em Coronel Sapucaia, crime praticado há duas semanas. Eles foram encaminhados para a sede do Pelotão de Coronel Sapucaia, onde foram identificados por algumas vítimas, posteriormente encaminhados para a Polícia Civil, objetivando as providências cabíveis. Todos os acusados negaram participação nos crimes. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Nigeriano é preso em ônibus após engolir 45 cápsulas de cocaína
DOURADOS
Guarda Municipal prende autor de homicídio na Vila Rosa
RECORDE
Produção de petróleo do Brasil atinge 1 bilhão de barris pela 1ª vez
MIRANDA
Motoristas são presos na BR-262 com carretas roubadas em São Paulo
PRAZO
Últimos dias para pequenos negócios quitarem dívidas com o Simples
CAMPO GRANDE
Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel
SAÚDE
Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol
ESPORTES
Com vistorias concluídas, abertura do Morenão será decidida até sexta
POLÍCIA
Policial militar e colega são presos com eletrônicos contrabandeados
DOURADOS
Prefeitura promove mutirão de limpeza e serviços no Jardim Canaã 3

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André
POLÍCIA
Participante de fuga em massa no Paraguai é recapturado em MS