Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Plano Regional do Alto Pantanal será discutido amanhã

13 agosto 2002 - 14h22

O Instituto de Estudos e Planejamento de Mato Grosso do Sul (IPLAN) realiza amanhã, no auditório da Associação Comercial de Corumbá, a partir de 19 horas, uma oficina para a consolidação das informações, que retratam as potencialidades e problemas da região, adquiridas após uma pesquisa com 80 pessoas de diversos segmentos sociais. O IPLAN elabora, em parceria com diversas instituições, o Plano de Desenvolvimento Regional (PDR), que dividiu o Estado em oito regiões. Corumbá faz parte do Alto Pantanal, ao lado de Ladário, Miranda, Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti e Anastácio. O objetivo é formar em cada uma das oito regiões, o Conselho Regional de Desenvolvimento (COREDES) para acompanhar a aplicação das propostas do IPLAN, que no Alto Pantanal trabalha em conjunto com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.





Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Órgãos públicos estaduais retomam atendimento às 13h desta quarta-feira
MERCADO FINANCEIRO
Ações: como começar a investir
REGIÃO
Delegado pede prisão de acusado pelo assassinato de ex-prefeito e governo decreta luto por 3 dias
FUTEBOL
Flamengo e Independiente del Valle decidem hoje a Recopa SUl-Americana
COMER BEM
Marmita Torre: comodidade e praticidade no dia-a-dia das famílias
DOURADOS
Casal agride mulher e leva celular dela em assalto no Centro
Educação
Hiperpoliglotismo: tudo sobre a habilidade de falar muitos idiomas
SUSPEITA EM SP
Isolamento domiciliar em caso suspeito de coronavírus é previsto em MS
DOURADOS
Após furtar compra de R$ 678, mulher paga mais de R$ 1 mil para responder em liberdade
FUTEBOL AMADOR
Congresso técnico define últimos detalhes da Copa Abevê, que terá 28 equipes

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar