Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
(67) 9860-3221

PF vai até fazenda invadida e índios negam ter matado animais

24 dezembro 2003 - 11h27

Os cerca de mil índios que invadiram a fazenda Agrolak, na cidade de Iguatemi, a 464 quilômetros de Campo Grande, na última segunda-feira, decidiram continuar com o protesto. A informação é do chefe de patrimônio indígena e meio ambiente da Funai de Amambaí, Cleomar Vaz Machado.Segundo Machado, o administrador da Funai e a Polícia Federal estiveram no local nesta terça-feira para verificar as afirmações do proprietário da fazenda, Pedro Fernandes de Souza, de que os índios estavam armados e abatendo animais da propriedade, bem como fazendo funcionários do local de reféns.“Os índios disseram que não houve nenhum animal abatido e que não agrediram funcionários ou mantiveram pessoas de refém”, afirmou Machado. Eles apenas alegam que querem a terra, disse o representante da Funai.O advogado Osmar Silva, que representa o proprietário da fazenda, Pedro Fernandes Souza, disse que foi registrado um boletim de ocorrência na Polícia Civil de Mundo Novo. De acordo com o representante da Funai, a polícia não deverá intervir na ocupação da fazenda pelos índios. O advogado informou que a pedido de reintegração de posse da fazenda será protocolado nesta quarta-feira na Justiça Federal de Campo Grande. Silva informou ainda que os 10 funcionários saíram da fazenda por questão de segurança. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGUNDA LEVE!
Peito de frango recheado com frutas secas no molho de laranja
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação
TRÂNSITO
Homens correspondem a 69% dos motoristas indenizados em MS
DOURADOS
Sindicato Rural comemora melhor edição da Expoagro dos últimos anos
BRASIL
Cai confiança do empresário industrial pelo quarto mês, avalia CNI
VISITA GUIADA
Casa baiana histórica tem peças do artesanato brasileiro
DOURADOS
Comad promove capacitação sobre enfrentamento às drogas e workshop sobre engajamento nas redes sociais
SAÚDE
Gripe: quando se preocupar?
ARTIGO
Conturbado mundo violento
OPORTUNIDADE
Telessaúde credencia profissionais com remuneração que varia de R$ 2,5 mil a R$ 5 mil

Mais Lidas

DOURADOS
Mulheres são presas ao tentar levar droga para maridos na PED
RODOVIÁRIA
Mulher é presa em Dourados com maconha que seria entregue no RS
DOURADOS
Guarda flagra adolescentes bebendo vodka durante a madrugada no Centro
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira