Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 9860-3221

PF investiga tráfico sexual em Coxim e Corumbá

03 dezembro 2003 - 10h19

A Polícia Federal vai investigar casos de exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes em nove cidades brasileiras, entre elas, duas são de Mato Grosso do Sul. Há suspeita que no Estado, as cidades de Coxim e Corumbá, que sempre foram destaques por possuírem turismo sexual, sejam as investigadas na operação. A garantia da operação foi dada ontem pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, à relatora da CPI Mista da Exploração Sexual, deputada Mária do Rosário (PT-RS). O município de Uruguaiana (RS), é uma das cidades investigada e será apurado o tráfico de crianças para a Argentina. Ontem, a relatora da comissão, senadora Patrícia Gomes (PPS-CE), entregou ao ministro um relatório com informações dos principais casos selecionados entre os 600 que estão sendo investigados pela CPI mista.Para Maria do Rosário, os casos relatados no documento mostram o caráter internacional do problema e que existe uma conexão entre exploração sexual de menores e o crime organizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136
COVID-19
Estado confirma mais cinco casos de coronavírus; Dourados segue com dois
INTERNACIONAL
Novo embaixador dos Estados Unidos chega ao Brasil
MATO GROSSO DO SUL
Bombeiros fazem alerta para aumento de 133% na quantidade de incêndios
DEFENSORIA PÚBLICA
DPU cria canal para denúncias durante o enfrentamento ao coronavírus
MATO GROSSO DO SUL
Calendário de vacinação contra aftosa será mantido
BRASIL
Bolsonaro dá passeio em Brasília após Mandetta enfatizar isolamento
ACIDENTE
Motociclista morre ao colidir em touro em cidade do interior
ESTAVA NA PED
Mato-grossense é preso com por tráfico de drogas em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
AQUIDAUANA
Quatro homens são autuados em R$ 10,4 mil por pesca predatória em MS