Menu
Busca terça, 11 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

PF apreende avião com 400 quilos de maconha em MG

09 agosto 2002 - 16h59

A Polícia Federal apreendeu na tarde de hoje um avião monomotor que transportava cerca de 400 quilos de maconha em Pimenta, no Sudoeste de Minas Gerais. Dois suspeitos de pertencer à quadrilha foram presos.
O avião estava na pista de pouso e decolagem de um clube, às margens do Lago de Furnas. A Polícia Militar foi acionada pelo dono do clube. Até o início da noite, o avião carregado com a droga continuava no local, com as polícias militar e federal fazendo a guarda.
Segundo o delegado da Polícia Federal de Varginha, no Sul de Minas Gerais, Sebastião Augusto de Camargo Pujol, a quadrilha é de São Paulo e já vinha sendo investigada. Os dois suspeitos de integrar o bando foram presos em Campo Belo, no Sul do Estado. Eles foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal de Varginha para prestar depoimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RURAL
IBGE estima queda de 5,5% na safra de grãos deste ano
DOURADOS
Votação da Lei Orçamentária Anual é adiada, mas deve ocorrer ainda esta semana
FAMOSOS
Bruna Marquezine rebate seguidora no Twitter: "Você não sabe de m**** nenhuma"
DOURADOS
Justiça negou pedido de restituição do cargo a ex-contador da prefeitura um dia antes de sua prisão
CALORÃO
Manhã quente tem sensação térmica de 34ºC em Dourados
CONFISSÃO
“Pagaria cada centavo que peguei dela”, diz acusado de agredir e esfaquear idosa
CAMPO GRANDE
Polícia frustra transporte de agrotóxicos e cigarros e prende três
SELEÇÃO
Marinha encerra inscrições em processo seletivo com 49 vagas em Ladário
DOURADOS
Dupla é flagrada furtando peça de carne e entregue à PM
AÇO TELHA
Eu apoio o projeto Natal para Todos - Dourados Brilha

Mais Lidas

DOURADOS
Criança morre no HV três dias após ser atropelada na Cachoeirinha
PREGÃO
Vereadora presa desde outubro tenta retomar cargo na Câmara de Dourados
CHAPADÃO DO SUL
Avião agrícola cai e mata piloto em cidade de MS
DOURADOS
Criança morta após acidente de trânsito teve órgãos levados para SP e Campo Grande