Menu
Busca sábado, 21 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
PESCA PREDATÓRIA

Pescando com tarrafas no Rio Apa, homem é autuado pela PMA

01 novembro 2017 - 13h50Por Da redação

Durante fiscalização fluvial no Rio Apa em uma região conhecida como Caieiras, localizada a 55 km da cidade, Policiais Militares Ambientais de Bela Vista prenderam um pescador que pescava com utilização de tarrafas (petrecho proibido).

A PMA avistou ontem (31), à tarde, uma embarcação em frente a uma fazenda, onde foram encontradas duas tarrafas de pesca. Os funcionários da propriedade afirmaram que um homem havia pedido para pescar no local, mas que não o conheciam.

Os Policiais diligenciaram nas proximidades e localizaram o infrator (51), que afirmou estar praticando a pesca predatória, porém, ainda não teria capturado nenhum pescado. A PMA realizou vistoria nas proximidades, por suspeitar de que o infrator tivesse escondido peixes ou mais petrechos ilegais nas matas, mas não encontrou.

As tarrafas, o barco e um reboque foram apreendidos. O pescador, morador de Bela Vista, foi autuado e multado em R$ 700. Ele também responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Bianca Bin quebra a web ao publicar foto exibindo parte dos seios
DOURADOS
Universidades executam parceria em Pesquisa com Seres Humanos
POLÍTICA
Deputado estadual é criticado por fazer copia e cola de lei federal
SIDROLÂNDIA
Vazamento de amônia em frigorífico deixa funcionários com sintomas de intoxicação
CURSO
Agepen finaliza a formação de 453 futuros agentes penitenciários
SAÚDE
Estudo revela compostos que podem combater a tuberculose
CULTURA
10º Festival Internacional de Teatro de Dourados começa dia 25
BRASIL
Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica
CAARAPÓ
Homem é preso em flagrante transportando maconha em ônibus
2020
Cowboy de Itaquiraí conquista vaga para Jogos Paralímpicos de Tóquio

Mais Lidas

SETEMBRO AMARELO
Sem perceber sinais, Silvânia perdeu a filha e hoje reconhece a necessidade da escuta
BARBÁRIE
Após matar criança afogada, pai ligou para ex e inventou sequestro
DOURADOS
Bêbado é preso após bater carro e derrubar muro
POLÍCIA
Jovem é executado por pistoleiros em Ponta Porã