Menu
Busca domingo, 16 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Pela primeira vez, Papa não dará benção de Ângelus

26 fevereiro 2005 - 09h12

A benção dominical do Angelus será apresentada pelo bispo argentino Leonardo Sandri na praça de São Pedro, enquanto o Papa João Paulo II acompanhará a cerimônia de seu quarto no hospital Gemelli, informou o porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro Valls. O comunicado indica que ele não aparecerá na janela para a bênção, como chegou a fazer quando esteve no hospital no início deste mês. "Também será o monsenhor Sandri quem pronunciará a oração mariana e fará, em nome do Papa, a benção apostólica aos fiéis presentes na Praça de São Pedro", acrescentou. Esta é a primeira vez em 26 anos de pontificado que o Papa delega a outro a benção dominical, um gesto que efetuou poucos dias depois do grave atentado que sofreu em maio de 1981 na praça de São Pedro. Todos esperavam ver o Papa de novo para constatar sua recuperação depois da recaída causada por problemas respiratórios e da traqueostomia a que foi submetido na quinta-feira, que o privou da voz por alguns dias. Apesar da traqueostomia ter como objetivo facilitar a respiração do Papa, ao mesmo tempo o priva durante vários dias da voz, já que faz com que o ar passe por baixo das cordas vocais. Citando fontes médicas, a imprensa italiana afirma hoje que o Papa passou uma segunda noite tranqüila na clínica em Roma. O cardeal Julian Herranz, presidente do Conselho Pontifício, disse a jornalistas que João Paulo II "está muito bem, pois se sente continuamente acompanhado da Virgem", segundo o site do jornal La Repubblica. Durante sua primeira hospitalização, de 1º a 10 de fevereiro, Karol Wojtyla apareceu na janela do hospital e falou com voz fraca. No entanto, no último domingo, para surpresa dos fiéis, sua Santidade leu na íntegra a mensagem de Ângelus. João Paulo II foi internado na quinta-feira após sofrer uma crise respiratória e passou por uma traqueostomia para facilitar sua respiração. O boletim médico divulgado ontem informou que o Papa não estava respirando com ajuda de aparelhos e deveria ficar alguns dias sem falar por recomendação médica devido à cirurgia. O próximo informe oficial sobre a saúde do Pontífice deve sair na segunda-feira, por volta das 8h30 (hora de Brasília).  

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Maconha que seria levada para o Ceará é apreendida em MS
CONTRABANDO
PRF apreende de 2 toneladas de agrotóxicos escondidos em carga de leite
SAÚDE
Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil
CORUMBÁ
Escolas de samba realizam pré-desfile neste domingo
CAMPEÃO
Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa
DROGAS
Duas mulheres são presas por tráfico em ônibus que passava por Dourados
INTERNACIONAL
Número de casos de coronavírus em navio no Japão chega a 355
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
FUTEBOL
Governo lança projeto para promover direitos humanos no esporte
PONTA PORÃ
Leitura entre detentos é estimulada com a doação de livros a presídio

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
HARRISON DE FIGUEIREDO
Adolescente é detido e jovem é presa por tráfico, receptação e posse
DOURADOS
Dupla é presa por porte e posse ilegal de arma de fogo
FURTOS
Ladrões fazem “arrastão” e levam motos em Dourados