Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Peça teatral é apresentada por calouros da UEMS de Maracaju

28 fevereiro 2005 - 14h49

Os alunos do Projeto Ação Jovem integrantes do Grupo Teatral “Jovens em Ação”, participaram, no último dia 24 de fevereiro,Centro Cultual Professor “Francisco Moacir Feitosa de Araújo”, do trote cultural dos Calouros de 2005 da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade de Maracaju.
A informação é da professora de teatro do Ação Jovem Ana Claudia Vieira. De acordo com Ana Claudia a peça teatral apresentada aos calouros foi baseada na comédia “O Médico”. O Projeto Ação Jovem, assistido pela Secretaria de Assistência Social, está em funcionamento na Rua Quintino Bocaiúva, 920, Bairro Paraguai, atende adolescentes de 13 a 18 anos, sob a coordenação da Professora Sirlei Borges.
São apresentados aos alunos cursos, palestras e oficinas de : teatro, dança, esporte, informática, culinária, jogos educativos e artesanato. As aulas acontecem no período vespertino.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Durante discussão, major da PM atira contra o ex-namorado
TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo
ANASTÁCIO
Motorista perde controle de direção e tomba carreta em ponte
EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto
CONCURSO
Exército abre inscrições para 1.100 vagas da Escola de Sargento
CORUMBÁ
Homem mata professor e foge após confessar crime para mãe
FUTEBOL
Maracaju terá que mandar jogos com portões fechados
NAVIRAÍ
Agente penitenciário é preso acusado de fornecer celular e drogas aos detentos
BENEFÍCIO
Fundect abre 50 vagas para bolsas de Agentes Locais de Inovação

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018