Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Parreira define mudança no esquema tático da seleção

26 março 2005 - 13h53

Apesar de não confirmar a escalação da equipe para a partida contra os peruanos, no domingo, o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, anunciou uma mudança no esquema tático da equipe nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2006.
Independentemente da escalação do time, o treinador disse que a seleção vai abandonar o 4-3-1-2 na partida em Goiânia. No Serra Dourada, vai entrar em campo pela primeira vez nas eliminatórias num pouco usual 4-2-2-2. "O trabalho aqui foi bom, mas a conclusão real só será no jogo.
Houve uma mudança significativa na maneira de jogar, espero que as coisas aconteçam bem", disse Parreira, que vai escalar dois meias abertos, provavelmente Kaká e Juninho Pernambucano. O treinador decidiu mexer no desenho tático da equipe após o Brasil, com essa formação, golear Hong Kong por 7 a 1 em fevereiro.
Mesmo com o suspense mantido por Parreira sobre a escalação, a seleção teve um desempenho melhor com Juninho Pernambucano em campo no time titular nos treinos em Teresópolis. Com Robinho no time principal, houve decepção sexta-feira, no último coletivo. A equipe apenas empatou com os reservas por 1 a 1. Debaixo de chuva, Robinho teve uma atuação tímida e criou poucas jogadas.
O zagueiro Lúcio, do Bayern de Munique, marcou para os titulares. Já Ricardo Oliveira, do Betis, fez o dos reservas. Quinta-feira, com Juninho Pernambucano em campo, a seleção venceu os reservas por 2 a 0.
Na ocasião, Parreira não poupou elogios à atuação do setor ofensivo, o que não aconteceu sexta. "Sei que todos estão querendo saber, mas só vou escalar o time no domingo. Na verdade, só tenho uma dúvida, que é entre o Robinho ou o Juninho Pernambucano", afirmou.
Com a indecisão de Parreira, os dois jogadores preferiram não comemorar antecipadamente a vaga no time. "Acho que não vai ser um treinamento que vai definir o time. Agora tenho que aguardar a decisão dele e esperar que tudo de bom aconteça para a seleção", disse o meia do Lyon. "Procurei aproveitar a minha chance, mas a chuva foi muita e atrapalhou um pouco", declarou o atacante do Santos. A seleção está em segundo lugar nas eliminatórias.
 A equipe soma 20 pontos. Os argentinos lideram a competição, com 22. Na tarde deste sábado, está programado um treino de reconhecimento do gramado do Serra Dourada. O jogo seguinte, diante dos uruguaios, será em Montevidéu, quarta-feira. Informações da Folha de S.Paulo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA DO BRASIL
Águia Negra treina em São Paulo para jogo contra Ferroviária
CAMPO GRANDE
Escola da zona rural é beneficiada com o parque feito em presídio
LITERATURA
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
ESPORTES
Ciclista de MS conquista duas medalhas em competição nacional
ESTÁGIO
Acadêmicos do Vale Universidade podem cumprir horas nos finais de semana
DOURADOS
‘Confusão’ em Carnaval na praça gera discussões sobre uso dos espaços públicos
CRIME AMBIENTAL
Homem é autuado em 12 mil por falta de conservação de solo
CRISE
Com mais 23 assassinatos, mortes no Ceará chegam a 170
'PURO ÓDIO'
Liderança do PCC em Campo Grande é morto por dupla
REGIÃO
PMA paralisa atividade em carvoaria ilegal e autua proprietária

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar