Menu
Busca sábado, 21 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Para delegado prisão de Aquidauna é "barril de pólvora"

10 dezembro 2003 - 15h16

O delegado de Policia Civil José Raimundo Pinto Filho disse hoje, em entrevista a imprensa de Aquidauana, que a cela da Delegacia de Policia é um verdadeiro "barril de pólvora" e pode explodir a qualquer momento.Segundo ele, nos ultimos dez anos Aquidauana não tinha passado por situação tão grave, ressaltado o fato de que uma cela que comporta apenas 6 internos, abriga hoje mais de 40 presos.A situação pode ficar fora de controle, pois apenas um agente tem a responsabilidade de cuidar dos internos, garantir água, banho de sol, atendimento médico, visitas e controlar a distribuição das "quentinhas", (alimentação)..As agressões acontecem com frequência e as principais vitimas são os acusados pela pratica de crimes sexuais, recentemente disse o delegado 5 presos foram levados para o Pronto Socorro do Hospital Regional, vitimas de agressões. José Raimundo ainda citou a recente fuga de 4 presos que cavaram um buraco de 80 cm, aproveitando uma inflitração na cela. Dos quatro dois foram recapturados.Devido a reforma de celas das delegacias de Anastácio e Miranda, alguns presos foram transferidos para Aquidauana colaborando com a superlotação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Bianca Bin quebra a web ao publicar foto exibindo parte dos seios
DOURADOS
Universidades executam parceria em Pesquisa com Seres Humanos
POLÍTICA
Deputado estadual é criticado por fazer copia e cola de lei federal
SIDROLÂNDIA
Vazamento de amônia em frigorífico deixa funcionários com sintomas de intoxicação
CURSO
Agepen finaliza a formação de 453 futuros agentes penitenciários
SAÚDE
Estudo revela compostos que podem combater a tuberculose
CULTURA
10º Festival Internacional de Teatro de Dourados começa dia 25
BRASIL
Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica
CAARAPÓ
Homem é preso em flagrante transportando maconha em ônibus
2020
Cowboy de Itaquiraí conquista vaga para Jogos Paralímpicos de Tóquio

Mais Lidas

SETEMBRO AMARELO
Sem perceber sinais, Silvânia perdeu a filha e hoje reconhece a necessidade da escuta
BARBÁRIE
Após matar criança afogada, pai ligou para ex e inventou sequestro
DOURADOS
Bêbado é preso após bater carro e derrubar muro
POLÍCIA
Jovem é executado por pistoleiros em Ponta Porã