Menu
Busca quinta, 12 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

País perde R$ 1 bi com sonegação de impostos de álcool

11 dezembro 2009 - 08h33

 O Brasil deixa de arrecadar cerca de R$ 1 bilhão por ano com a venda de etanol nas bombas dos postos de todo o país, sem que seja recolhido aos cofres públicos o imposto relativo à comercialização do produto. A estimativa é do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), apresentada hoje (10), durante encontro com jornalistas em que se fez um balanço do setor, em 2009.
Na avaliação do vice-presidente executivo do Sindicom, Alísio Vaz, cerca de 30 a 50 empresas de distribuição operam de forma irregular no mercado, ou sonegando ou deixando de pagar parte do produto comercializado. Essa constatação levou a uma intensificação das ações fiscalizadoras por parte da Agência Nacional do Petróleo (ANP), que resultaram no cancelamento de 44 autorizações de distribuidoras, 37 de combustíveis e 7 de solvente – utilizado para adulterar a gasolina.
Para tentar reverter este quadro, o Sindicom defende penalidades mais rígidas para os sonegadores, a equiparação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado para os solventes e também para a gasolina.
“Ao não pagar impostos integralmente, essas distribuidoras estão praticando uma concorrência desleal e prejudicando as diversas instâncias de governo. A nossa avaliação é de que 30% do volume de etanol hidratado comercializado não têm o devido imposto recolhido e que pelo menos 50% das distribuidoras estão inadimplentes. Ou seja, não recolhem o tributo em sua totalidade”, afirmou Vaz.
Do que é sonegado pelas distribuidoras, R$ 400 milhões por ano dizem respeito ao pagamento do PIS/Confins e outros R$ 600 mil ao do ICMS, segundo o sindicato. “Isso envolve a sonegação de 1,9 bilhão de litros, de um total de 18,5 bilhões comercializados, além de outros 6,7 bilhões de litros que são comercializados por empresas que estão no grupo das inadimplentes, e que pagam apenas parcialmente os seus impostos”, disse. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Mulher que morreu atropelada por menor bêbada será sepultada em Rio Verde
ECONOMIA
Com queda da Selic, bancos anunciam redução de taxas de juros
DOURADOS
UEMS abre inscrições para Pós-graduação em Coordenação Pedagógica
CHAPADÃO DO SUL
Homem é preso após furtar 840 ovos de caminhão estacionado
EMPREGO
Marinha abre concurso para serviço temporário; salário é de R$ 4 mil
CAPITAL
Menino de 4 anos diagnosticado com câncer morre após cirurgia
COMITÊ GESTOR
Simples Nacional revoga exclusão de 14 profissões de lista do MEI
CAMPO GRANDE
Criança é socorrida em estado grave após ser agredida por desconhecido
SAÚDE
Prefeito de São Paulo é internado em UTI após sangramento no fígado
DOURADOS
Jovem é preso com quase meio quilo de pasta base de cocaína

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados