Menu
Busca terça, 22 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Novas pesquisas devem indicar queda de Ciro

15 agosto 2002 - 16h47

Os ataques desferidos pelos adversários estão afetando de forma significativa o desempenho do candidato da Frente Trabalhista, Ciro Gomes, nas pesquisas realizadas nesta semana. As próximas pesquisas eleitorais já devem apontar uma queda de Ciro Gomes acima da margem de erro.
Ele perde pontos também nas simulações de segundo turno em que o adversário apresentado é Luiz Inácio Lula da Silva, do PT. Nas últimas pesquisas, de todos os institutos, Ciro aparecia como vencedor sobre Lula. Agora, ele empata. Os candidatos Lula e José Serra, do PSDB ganham eleitores com a queda de Ciro. Nas pesquisas da semana, aumenta o contingente de eleitores indecisos.
O processo de queda da aceitação de Ciro por parte do eleitorado das capitais e segmetos mais escolarizados, registrado nas duas últimas semanas em pesquisa Ibope, pode estar se propagando para cidades médias. Por isso, o resultado final da pesquisa o afeta diretamente. Junto com a queda de Ciro Gomes, as pesquisas da semana mostram que amplia o número de indecisos - um processo considerado natural pelos pesquisadores. O eleitor deixa um candidato e fica indeciso até seguir para outro postulante. Parte dos votos se divide entre José Serra e Lula.
O instituto DataFolha tem pesquisa registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode divulgá-la a partir de sábado. O Ibope inicia consulta nesta sexta-feira para divulgar os números na terça-feira no Jornal Nacional, da TV Globo. E o Instituto Vox Populi já está com equipe em campo para divulgar sua pesquisa feita com recursos próprios no próximo domingo.
A crítica feita pelos adversários, em especial pelo tucano José Serra, tentando carimbar Ciro Gomes como candidato 'mentiroso' foi a principal razão da queda dele nas pesquisas. Isso aconteceu no mesmo tempo em que o candidato se irritou com jornalistas, deu respostas ríspidas a empresários. Desde ontem, Ciro Gomes se recolheu para gravar programas eleitorais e tem evitado compromissos públicos.
Os tucanos estão comemorando antecipadamente a movimentação das pesquisas, na certeza de que o candidato José Serra será o maior beneficiário de uma eventual queda de Ciro Gomes. Segundo os cálculos feitos pela equipe de estratégia do candidato, se ele subir entre três e quatro pontos nos próximos dez dias e Ciro Gomes perder na mesma proporção, a campanha estará 'zerada' e o resultado final vai depender dos programas eleitorais no mês de setembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO NOVO
Homem que matou servente de pedreiro a coronhadas é preso
POLÍTICA
Senador Nelsinho Trad consegue liberação de recursos para três municípios
SANTA CATARINA
Menina de 7 anos morre ao cair do 18° andar de prédio em construção
AMAMBAI
Prefeitura abre concurso com 80 vagas e salários de até R$ 6.973
CRIME AMBIENTAL
Mecânico é preso e multado em R$ 1,3 mil com pescado fora medida
POLÍTICA
Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido
TRÁFICO
Jovem de Minas Gerais é presa com maconha em ônibus na MS-156
FUTEBOL
Inter anuncia contratação do técnico Zé Ricardo até o final de 2019
POLÍTICA
Parceria público-privada na Sanesul sai até dezembro, diz Azambuja
QUARTA-FEIRA
Com Bolsonaro, Mourão e Maia fora, Alcolumbre assume presidência

Mais Lidas

DOURADOS
Criança de 1 ano da entrada na UPA com suspeita de overdose
MS-141
Acidente entre Ivinhema e Angélica envolve dois veículos
DOURADOS
Morre homem atropelado por motorista bêbado na BR-163
DOURADOS
PM é detido suspeito de extorquir produtores prometendo ‘segurança’ em área conflito