Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Nigeriano é morto com cerca de 50 tiros em Ponta Porã

26 janeiro 2004 - 08h46

Pistoleiros desconhecidos, ocupando um veículo cujas placas não foram anotadas, fuzilaram na noite de sábado, por volta das 21h40m, o traficante nigeriano Modestus Nnadmdi Okeke, 28 anos, que residia em Dourados e nos finais de semana vinha à Ponta Porã para cuidar de seus negócios, apesar de estar jurado de morte. O crime ocorreu no cruzamento da avenida Brasil com uma travessa de acesso à rua Paraguai, quando a vítima trafegava no Fiat Palio EX, de cor bordô, placas HRI-9148 (Dourados-MS), ano 2000, em companhia de um segurança, da amásia Nancy Ofélia Prieto Sanchez e da cunhada, Laura Elizabeth Sanches, 20, residentes à rua Marechal Deodoro, 93, Ponta Porã. Próximo ao cruzamento a vítima deu passagem a um carro estranho, no qual estavam elementos desconhecidos armados de submetralhadoras tipo Uzzi e pistolas 9 milímetros, que abriram fogo na direção do motorista. Okeke morreu na hora, enquanto sua cunhada acabou atingida com 8 tiros e foi transferida para o Hospital Evangélico, em Dourados. A amásia do traficante jogou-se embaixo do painel do carro e foi protegida pelo corpo do marido, que levou quase todos os tiros dos pistoleiros. O carro do nigeriano ficou crivado de balas, atingido por mais de 50 tiros.  A vítima fatal foi levada para o Instituto Médico Legal de Ponta Porã e deveria ser transferida ainda ontem para Dourados. Desde o ano passado Modestus Nnadmdi Okeke estava jurado de morte. No submundo do crime eram fortes os rumores de que ele seria executado por ter matado a ex-mulher de seu irmão, o também nigeriano Clarns Ufoh Odumodu, que está preso em São Paulo por tráfico internacional de entorpecentes. A mulher foi chamada por Okeke à sua residência, próximo ao 4º Batalhão da Polícia Militar, executada a tiros e jogada na rua. O traficante foi preso por força de prisão temporária expedida pela Justiça local, mas logo foi colocado em liberdade por falta de provas. Um namorado da mulher havia jurado matar o nigeriano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Segurança Pública anuncia repasse de R$ 39,5 milhões para atuação na fronteira
NOVA ANDRADINA
Preso em operação contra pedofilia recebe liberdade provisória
DOURADOS
Corrente do bem da 94FM entrega triciclo a morador do Altos do Alvorada
BR-060
Polícia encontra mais de 600 telefones contrabandeados em bagageiro de ônibus
MATO GROSSO DO SUL
Após acidente com naja, criadores já entregaram voluntariamente 7 serpentes ao CRAS
PANDEMIA
Acadêmicos criam Orienta Covid Dourados para tirar dúvidas da população
BRASIL
Depen autoriza visitas virtuais em penitenciárias federais
ANTÔNIO JOÃO
Idoso é indiciado por abuso de primas de 6 e 8 anos
PANDEMIA
MS ultrapassa 35 mil casos de coronavírus e se aproxima de 600 óbitos
DOURADOS
Operação 'Gambiarra' mira reformas de escolas municipais pagas por secretária em nome de empresa

Mais Lidas

DOURADOS
Preso no Ipê Roxo era investigado desde fevereiro por estupro do sobrinho
VIDA NOTURNA
“Estão passando fome”: profissionais do sexo sofrem com a pandemia em Dourados
DOURADOS
Com gritos de "pega ladrão", grupo é flagrado furtando carro no Jardim Paulista
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades