Menu
Busca quinta, 02 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Nigeriano é morto com cerca de 50 tiros em Ponta Porã

26 janeiro 2004 - 08h46

Pistoleiros desconhecidos, ocupando um veículo cujas placas não foram anotadas, fuzilaram na noite de sábado, por volta das 21h40m, o traficante nigeriano Modestus Nnadmdi Okeke, 28 anos, que residia em Dourados e nos finais de semana vinha à Ponta Porã para cuidar de seus negócios, apesar de estar jurado de morte. O crime ocorreu no cruzamento da avenida Brasil com uma travessa de acesso à rua Paraguai, quando a vítima trafegava no Fiat Palio EX, de cor bordô, placas HRI-9148 (Dourados-MS), ano 2000, em companhia de um segurança, da amásia Nancy Ofélia Prieto Sanchez e da cunhada, Laura Elizabeth Sanches, 20, residentes à rua Marechal Deodoro, 93, Ponta Porã. Próximo ao cruzamento a vítima deu passagem a um carro estranho, no qual estavam elementos desconhecidos armados de submetralhadoras tipo Uzzi e pistolas 9 milímetros, que abriram fogo na direção do motorista. Okeke morreu na hora, enquanto sua cunhada acabou atingida com 8 tiros e foi transferida para o Hospital Evangélico, em Dourados. A amásia do traficante jogou-se embaixo do painel do carro e foi protegida pelo corpo do marido, que levou quase todos os tiros dos pistoleiros. O carro do nigeriano ficou crivado de balas, atingido por mais de 50 tiros.  A vítima fatal foi levada para o Instituto Médico Legal de Ponta Porã e deveria ser transferida ainda ontem para Dourados. Desde o ano passado Modestus Nnadmdi Okeke estava jurado de morte. No submundo do crime eram fortes os rumores de que ele seria executado por ter matado a ex-mulher de seu irmão, o também nigeriano Clarns Ufoh Odumodu, que está preso em São Paulo por tráfico internacional de entorpecentes. A mulher foi chamada por Okeke à sua residência, próximo ao 4º Batalhão da Polícia Militar, executada a tiros e jogada na rua. O traficante foi preso por força de prisão temporária expedida pela Justiça local, mas logo foi colocado em liberdade por falta de provas. Um namorado da mulher havia jurado matar o nigeriano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Com estilingue, homem é preso tentando “lançar” droga para o interior da PED
CAMPO GRANDE
MP quer decreto para funcionamento restaurantes e bares revogado
BR-463
Carro roubado há 4 anos é encontrado 'camuflado' por galhos e carregado com drogas
COMER BEM
Na Cacau Show, entrega é grátis para compras acima de R$ 99
Educação
Curso de Especialização - Lato Sensu em Marketing Estratégico da Universidade Mackenzie no polo Erasmo Braga
MATO GROSSO DO SUL
Preço do boi gordo retrai e setor produtivo associa ao novo coronavírus
PRAZO
Termina nesta quinta o prazo de inscrição para estagiários da Educação
COVID-19
Condutores terão mais seis meses para tirar a primeira habilitação
REGIÃO
Nelsinho Trad consegue mais recursos para MS mesmo durante pandemia
DEFRON
Foragido condenado a mais de 20 anos é preso na região de fronteira

Mais Lidas

REGIÃO
Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital
COVID-19
Primeiro óbito por coronavírus do Estado é registrado em Dourados
NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações