Menu
Busca sábado, 24 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017

MST chama Puccinelli de “terrorista” e diz temer nova expulsão

13 dezembro 2003 - 14h53

O assentado Jair Rodrigues, um dos coordenadores do MST (Movimento Sem Terra) em Mato Grosso do Sul, disse há pouco, que as 25 famílias expulsas no último dia 11 da região do Macroanel, entre as saídas de São Paulo e Sidrolândia, temem que o prefeito André Puccinelli torne a fazer “ato terrorista” expulsando todos do local.“Temer outro ato terrorista desse prefeito nós tememos, porque ele não entende o que é ser humano. Só que tudo o que nós tínhamos ele destruiu, não temos mais pra onde ir. Se expulsar a gente daqui, voltaremos de novo”, declarou. “Se ele tirar a gente daqui é sinal de que ele deve ter um lugar melhor pra nós. A não ser que ele mate todo mundo”, protestou o coordenador do movimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEMBLEIA
Seminário sobre regularização fundiária urbana é o destaque da semana
LOTERIA
Apostas para a Dupla de Páscoa já podem ser feitas
PM E BOMBEIROS
ACS elege novo presidente em MS
ESTADO
Começa em abril inventário de plantas e solo do Cerrado de Mato Grosso do Sul
Veículos roubados que seriam levados para o Paraguai são recuperados
BRASIL
Conta-salário poderá ser transferida para instituições não financeiras
RECOMENDAÇÃO
Prefeito vai revogar doação de área a Arquidiocese de Campo Grande
MS/PR
Assaltantes se escondem em pântano e acabam presos
ESTADUAL
Federação adia fim da primeira fase após ajuste de tabela
BANDEIRANTES
Motociclista morre após ser atingido por ônibus

Mais Lidas

ERRO
Diário Oficial traz convocação de três “fulanos”
NOVO HORIZONTE
Foragido da Justiça é preso após trocar tiros com policiais em Dourados
ABUSO
Adolescente denuncia o próprio pai por estupro em Dourados
DOURADOS
Polícia desarticula grupo que planejava furto a agência dos Correios