Menu
Busca terça, 18 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

MST chama Puccinelli de “terrorista” e diz temer nova expulsão

13 dezembro 2003 - 14h53

O assentado Jair Rodrigues, um dos coordenadores do MST (Movimento Sem Terra) em Mato Grosso do Sul, disse há pouco, que as 25 famílias expulsas no último dia 11 da região do Macroanel, entre as saídas de São Paulo e Sidrolândia, temem que o prefeito André Puccinelli torne a fazer “ato terrorista” expulsando todos do local.“Temer outro ato terrorista desse prefeito nós tememos, porque ele não entende o que é ser humano. Só que tudo o que nós tínhamos ele destruiu, não temos mais pra onde ir. Se expulsar a gente daqui, voltaremos de novo”, declarou. “Se ele tirar a gente daqui é sinal de que ele deve ter um lugar melhor pra nós. A não ser que ele mate todo mundo”, protestou o coordenador do movimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAGUASSU
Polícia apreende 115 quilos de cocaína em estepe de caminhão
MAIS CEDO
Globo oficializa que jogos de quarta-feira terão início às 21h30
TECNOLOGIA
Clientes do Banco do Brasil poderão usar WhatsApp para fazer saques
ENSINO
UFGD abre seleção para propostas ao Programa de Monitoria
TJ/MS
Tribunal de Justiça recebe ministro do STF Luis Roberto Barroso
BRASIL
CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 a magistrados
ÁGUA CLARA
Quatro dias após nascer, Conselho Tutelar retira bebê da família
MUDANÇA NA CLT
Senado aprova projeto que protege grávidas em atividade insalubre
ELDORADO
PF apreende uma tonelada de maconha e munições de uso restrito
ANEEL
Consumidores pagarão R$ 17 bi na conta de luz para cobrir subsídios

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem faz desabafo sobre a morte do pai em confronto: “lamento por você ter escolhido esse caminho”
DOURADOS
Délia exonera cinco secretários de uma só vez e inicia reforma administrativa
DOURADOS
“Batida” acaba com festa lotada de menores e regada a bebida alcoólica
POLÍCIA
Jovem é baleada em tentativa de assalto em Dourados