Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221

MST ameaça com invasões e protestos a partir de janeiro

05 dezembro 2003 - 13h58

O MST (Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) em Mato Grosso do Sul irá retomar marchas, passeatas e ocupações a partir de janeiro em protesto à falta de verbas para projetos de assentamentos. A entidade segue no Estado a determinação nacional do Movimento, já que a falta de investimentos é generalizada. Em reunião nesta quarta-feira com o superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) no estado, os líderes do MST tiveram a confirmação da falta de verbas.Um dos presentes à reunião, Márcio Bissoli, disse que não há assentamento de famílias ligadas ao MST no Estado há três anos. Ele lembra que neste ano foram assentadas somente 40 famílias pelo Incra, de um processo que já vinha de anos passados. A pressão é para tentar forçar o governo a cumprir as metas apontadas. Em 2003 seriam 60 mil famílias, mas o governo não deverá chegar a 15 mil atendidas, comenta Bissoli. A preocupação é que em 2004, ano eleitoral, de novo ocorram problemas para cumprimento de metas. A situação estrutural do Incra também é criticada pelo MST. A burocracia e erros atrapalham a reforma agrária, justificou o líder. Segundo ele, deve ocorrer substituição na procuradoria jurídica do órgão, o que é visto como positivo.Em Mato Grosso do Sul há mais de 15 mil famílias assentadas em 109 áreas. O superintendente anunciou a meta de assentar 22 mil famílias em quatro anos, quantia superior às acampadas, que são cerca de 17 mil famílias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APARECIDA DO TABOADO
Raio atinge fazenda e mata 21 cabeças de gado na região do Bolsão
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta com tensão política e volta a R$ 3,80
LAVA JATO
Defesa de Temer entra com pedido de habeas corpus no TRF-2
POLÍCIA
Carga com 11,5 mil maços de cigarros contrabandeados é apreendida em MS
TECNOLOGIA
Governo do Estado quer lançar MS Digital neste ano e iniciar entregas em 2020
BRASIL
Mourão diz que reforma dos militares é superavitária
ECONOMIA
Páscoa deve movimentar quase R$ 12 milhões no comércio de Dourados
MOBILIDADE
Solicitação de passageiros é atendida e horário da linha Dourados-Douradina é alterado
ESTADUAL DE FUTEBOL
Quartas de final serão abertas no sábado em Aquidauana
RECEITA FEDERAL
Operação remove carros apreendidos com contrabando à delegacia da Receita

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo