Menu
Busca sexta, 22 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

MPE investiga denúncia de merenda estragada em escolas índígenas de Miranda

14 junho 2011 - 12h36

O Ministério Publico Estadual recebeu a denuncia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Miranda (Sitpremi) sobre a entrega de alimentos estragados pelo setor de merenda da Prefeitura às escolas indígena da Aldeia Cachoeirinha.

A presidente do sindicato, Dilva Ortiz, foi ouvido ontem pelo promotor Daniel do Nascimento Britto e pediu à Vigilância Sanitária do Município que averiguasse as condições da merenda entregue à escola.

Conforme informações do site Campo Grande News, a reclamação se refere a uma quantidade de carne moída que teria sido recebida pela escola na semana passada e estaria visivelmente sem condições de consumo.

Na última sexta-feira (10), de acordo com o sindicato, os professores e funcionários das escolas Nicolau Horta Barbosa e Cacique Timóteo, na Aldeia Cachoeirinha, procuraram a entidade para denunciar a situação.

Os professores afirmaram que está não é a primeira vez que a Prefeitura de Miranda entrega produtos da merenda escolar estragados. Outra irregularidade denunciada pelos representantes das escolas é o não cumprimento do cardápio elaborado pela nutricionista da própria Prefeitura, obrigando as merendeiras a “improvisar” com o que está disponível.

Os representantes do sindicato procuraram a Promotoria depois de visita às escolas da aldeia. A promotoria aguarda o resultado da inspeção solicitada à Vigilância Sanitária para então decidir o que será feito.

###Prefeitura

Questionada acerca do episódio, a secretaria municipal de Educação de Miranda, disse que tinha conhecimento do ocorrido, mas alegou que a carne acabou estragando porque foi descongelada pela merendeira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Homem é executado a tiros em frente a aeroporto na fronteira
ECONOMIA
MS tem saldo de 19,7 mil contratações com carteira assinada em 2019
JUDICIÁRIO
Moraes vota a favor do envio de dados da Receita e do antigo Coaf
MILÍCIA ARMADA
Foragido, hacker preso em SC é transferido para MS após prisão
FUNDECT/SEBRAE
Bolsa de 3 mil reais seleciona candidato para trabalhar com inovação
BRASIL
Número de novo partido Aliança pelo Brasil será 38, diz Bolsonaro
SAÚDE
Galvão Bueno sente mal-estar em Lima e está fora da final da Libertadores
Dois homens sobrevivem após carro capotar e parar a 25 metros em mata
POLÍTICA
Senador alerta para risco do Brasil perder acordo de livre comércio
POLÍCIA
Quadrilha que furtava fazendas nas proximidades de Campo Grande é presa

Mais Lidas

DOURADOS
Carro desgovernado faz 'strike' em motociclistas na avenida Indaiá; veja vídeo
ACIDENTE
Vídeo mostra momento em que helicóptero cai na fronteira; confira
FRONTEIRA
Helicóptero que retornava de operação cai em Pedro Juan Caballero
POLÍCIA
Após ter perdido olho em agressão, homem procura polícia para denunciar tentativa de homicídio no Flórida