Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Movimentadores de mercadorias de MS vão aprender espanhol

16 janeiro 2013 - 17h10

#####Assessoria



Trabalhadores na movimentação de mercadorias de Campo Grande terão a oportunidade de aprender língua estrangeira a partir deste ano. A oportunidade será aberta também aos filhos e as aulas serão ministradas na sede do próprio Sintramm (Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias de Campo Grande) e primeiramente será oferecido o curso de espanhol.

“Tomamos essa iniciativa porque entendemos e concordamos com a tese de que a solução para o desenvolvimento do Brasil está na educação. Por isso precisamos dar oportunidade e incentivar até a educação principalmente de nossos jovens”, afirmou José Lucas da Silva, presidente do Sintramm, da Feintramag (Federação Interestadual dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) e representante da Central Sindical de Profissionais – CSP (regional MS).

José Lucas tem insistido em divulgar que o empresariado precisa não só permitir (dando as devidas condições de) que seus empregados estudem, como também até estimulá-los para que iniciem e concluam níveis de ensino anualmente. “Infelizmente o que vemos por aí é um quadro totalmente inverso, onde os empregados tentam estudar e o patronal força-os a faltar aulas até chegar ao ponto de ficar inviável continuar estudar”, afirmou.

O diretor da CSP diz que não tem estatística do número de estudantes do nível médio e de cursos superiores que desistem de estudar no transcorrer do ano por pressão da empresa onde trabalham. “Não temos os números da evasão escolar, mas todos sabemos que os números são alarmantes. São milhares de jovens e adultos que fazem suas matrículas, começam a estudar e depois desistem porque seu tempo fica tomado pelo trabalho”, afirmou José Lucas.



Para ele, a classe patronal precisa se conscientizar de seu papel na sociedade, que não é de apenas oferecer oportunidades de trabalho, mas de ajudar para que tenhamos uma sociedade mais forte e competente. “Para isso os estudos são fundamentais. Vitais eu diria, para que o Estado e o Páis cresça e se desenvolva com qualidade de vida para sua gente”, afirmou.

“Portanto, a classe patronal, seja ela pública ou privada, tem sim o dever de facilitar para que seus servidores e funcionários tenham oportunidade de aperfeiçoar seus talentos; de conseguir conquistar novas profissões ou desenvolver mais as atividades que já exercem”, insistiu José Lucas.

ESPANHOL – O Sintramm está contratando professor de língua estrangeira (espanhol) para ensinar seus associados, trabalhadores na movimentação de mercadorias e a seus filhos. As aulas serão durante dois dias na semana: quarta (nos períodos matutino e vespertino) e no sábado pela manhã.

Uma sondagem feita entre os associados animou a direção da entidade devido ao grande interesse dos trabalhadores em aproveitar essa oportunidade de dominar a língua espanhola e depois, quem sabe, buscar novos aprendizados e conquistar, graças a isso, novos e melhores patamares de trabalho. “Nosso objetivo é exatamente esse, de oportunizar aos nossos associados para que busquem ascensão profissional e, consequentemente melhores salários e qualidade de vida”, justificou o sindicalista que lamenta não ter tido esse tipo de oportunidade na vida quando jovem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças
JUSTIÇA
Integrante do PCC é condenado a 15 anos por esquartejar rival
DEMANDAS
Comitê da Saúde do Judiciário realiza segunda reunião em Dourados
MS
Jovem é flagrado com 4kg de pasta base em “mocó” de veículo
EDUCAÇÃO
ProUni abre inscrições no dia 11 de junho para bolsas no 2º semestre
CAPITAL
Durante corrida, motorista de aplicativo tenta estuprar passageira
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, de olho no exterior

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira