Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221

Morte do pai de Euller adia acordo com Fluminense

26 dezembro 2003 - 14h31

O pai do atacante Euller morreu na madrugada desta sexta-feira, em Minas Gerais, e isso deverá dificultar o acerto com o Fluminense, conforme estava previsto. O procurador do atleta, o ex-jogador Alemão, disse que ainda é possível um acordo nesta sexta-feira, mas o empresário Celso Barros, presidente da Unimed, patrocinadora do clube carioca, e que está à frente da transação, disse que a negociação deverá realmente ser adiada. "Realmente este lamentável fato da morte do pai do Euller acabou impedindo que a gente chegasse a uma definição nesta sexta-feira. Infelizmente a coisa acabou não se concretizando. Porém deixamos tudo muito bem encaminhado na reunião que tivemos na terça-feira passada e acho que estamos apenas por pequenos detalhes",

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Laura Keller exibe barriga chapada e corpo torneado ao renovar o bronze
PONTA PORÃ
Motorista que dirigia para traficante na fronteira sobrevive a 9 tiros de fuzil
OBRIGAÇÕES
MPT recomenda suspensão de repasses ao Instituto Gerir
POLÍTICA
Reforma dos militares será decidida em reunião nesta quarta-feira
UEMS
Abertas inscrições para Programa de Bolsas para Jovens Professores
NOVA ALVORADA
Polícia prende dois homens com veículo roubado na rodovia MS-145
INTERNACIONAL
Bolsonaro diz que retorna com “a sensação de missão cumprida”
COSTA RICA
Juiz decreta preventiva de acusado de matar a mulher com machadinha
DOF
Operação prende sete integrantes de facção ligados ao tráfico de drogas
STJ
Puccinelli responderá acusações da Papiros de Lama em liberdade

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
FRONTEIRA
Motorista que teria ligação com Pavão é executado a tiros e outro fica gravemente ferido
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FARRA
Polícia é acionada após grupo fazer festa em motel e tentar sair sem pagar