Menu
Busca sábado, 21 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Morte de acusados de estupro é inédita em MS, diz Zenóbia

19 dezembro 2003 - 13h33

O assassinato de dois homens acusados de estupro de crianças, ocorrido na madrugada de hoje, no Instituto Penal de Campo Grande é considerado um fato inédito no Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul. A afirmação é da diretora geral do Sistema, Zenóbia Pedrosa, em entrevista à reportagem da TV Morena. Cícero Duarte Constatino e João Severino de Paula foram assassinados por espancamento e esfaqueamento por 36 detentos, que dividiam com eles a cela reservada para acusados e condenados por violência sexual. Conforme a diretora, os presos assumiram a autoria do crime e disseram que “lavaram a alma”, pois não admitem violência contra crianças. A diretoria abriu sindicância administrativa para apurar se houve envolvimento de agentes penitenciários no crime. Cícero Duarte Constantino, 47 anos, teria confessado o estupro e morte de uma menina de 3 anos em Aquidauana. A criança morava em uma casa vizinha da dele na Vila 40. Ele foi transferido para o Instituto Penal de Campo Grande, pois o crime revoltou a população de Aquidauana, que ameaçava linchá-lo.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Bianca Bin quebra a web ao publicar foto exibindo parte dos seios
DOURADOS
Universidades executam parceria em Pesquisa com Seres Humanos
POLÍTICA
Deputado estadual é criticado por fazer copia e cola de lei federal
SIDROLÂNDIA
Vazamento de amônia em frigorífico deixa funcionários com sintomas de intoxicação
CURSO
Agepen finaliza a formação de 453 futuros agentes penitenciários
SAÚDE
Estudo revela compostos que podem combater a tuberculose
CULTURA
10º Festival Internacional de Teatro de Dourados começa dia 25
BRASIL
Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica
CAARAPÓ
Homem é preso em flagrante transportando maconha em ônibus
2020
Cowboy de Itaquiraí conquista vaga para Jogos Paralímpicos de Tóquio

Mais Lidas

SETEMBRO AMARELO
Sem perceber sinais, Silvânia perdeu a filha e hoje reconhece a necessidade da escuta
BARBÁRIE
Após matar criança afogada, pai ligou para ex e inventou sequestro
DOURADOS
Bêbado é preso após bater carro e derrubar muro
POLÍCIA
Jovem é executado por pistoleiros em Ponta Porã