Menu
Busca sexta, 14 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Morre a 1ª mulher a atravessar o Canal da Mancha a nado

01 dezembro 2003 - 15h31

Gertrude Ederle, a primeira mulher a atravessar o canal da Mancha a nado, em 1926, morreu aos 98 anos nos Estados Unidos, disse hoje, uma porta-voz da casa de repouso em que ela estava.Ederle morreu ontem, em Wyckoff, Nova Jersey, uma cidade 40 quilômetros a noroeste de Nova York. A travessia do dia 6 de agosto de 1926 durou 14 horas e 31 minutos e bateu o recorde dos cinco homens que haviam nadado pelo canal entre 1875 e 1923.As águas revoltas da região fizeram da travessia de aproximadamente 34 quilômetros de Cape Griz-Nez, na França, a Kingsdown, na Inglaterra, um feito para Ederle, então com 20 anos, que foi recebida com uma parada em Nova York, sua cidade natal, e recebeu um convite para ir à Casa Branca, onde foi chamada pelo presidente Calvin Coolidge de "a melhor menina da América". 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Mulher é presa com cocaína em táxi na BR-262
BRASIL
Fux determina prisão de Battisti; decisão pode facilitar extradição
AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 13 mil por disposição e armazenamento ilegal de agrotóxicos
FUTEBOL
Sete anuncia retorno de Otacílio Neto para o Estadual
JUSTIÇA
Acusada de discriminação, escola é condenada a pagar R$ 8 mil de indenização
ROUBO
Homem cai no golpe do falso frete em Dourados e perde F-4000
DOURADOS
Homem acorda, é surpreendido por ladrão e trancado no banheiro durante roubo
UFGD
Estão abertas as inscrições para o Vestibular indígena Teko Arandu
AQUIDAUANA
Corpo de trabalhador rural é resgatado por helicóptero da FAB
POLÍCIA
Homem é preso após ser flagrado transportando maconha na MS-164

Mais Lidas

BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
LUTO
Morre em Dourados empresário dono de tradicional restaurante
MESA DIRETORA
Após polêmicas e ‘novela’, Alan Guedes é eleito presidente da Câmara de Dourados
BOAS FESTAS
Ação conjunta mira traficantes em Dourados