Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Morre a 1ª mulher a atravessar o Canal da Mancha a nado

01 dezembro 2003 - 15h31

Gertrude Ederle, a primeira mulher a atravessar o canal da Mancha a nado, em 1926, morreu aos 98 anos nos Estados Unidos, disse hoje, uma porta-voz da casa de repouso em que ela estava.Ederle morreu ontem, em Wyckoff, Nova Jersey, uma cidade 40 quilômetros a noroeste de Nova York. A travessia do dia 6 de agosto de 1926 durou 14 horas e 31 minutos e bateu o recorde dos cinco homens que haviam nadado pelo canal entre 1875 e 1923.As águas revoltas da região fizeram da travessia de aproximadamente 34 quilômetros de Cape Griz-Nez, na França, a Kingsdown, na Inglaterra, um feito para Ederle, então com 20 anos, que foi recebida com uma parada em Nova York, sua cidade natal, e recebeu um convite para ir à Casa Branca, onde foi chamada pelo presidente Calvin Coolidge de "a melhor menina da América". 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Cuidadora é presa após assalto que terminou em morte de médico de 93 anos
TST
Petroleiros fecham acordo com a Petrobras e encerram greve de 20 dias
JARDIM
Armado, homem ameaçava enteada de 8 anos para estuprá-la
UEMS
Mestrado Profissional em Ensino em Saúde abre inscrições em Dourados
ECONOMIA
Associações pedem que Reinaldo revogue aumento do ICMS da gasolina
CAMPO GRANDE
Mulher é presa após xingar idoso e bater na vizinha com mangueira
BATAYPORÃ
Chuva de 90 milímetros coloca cidade de MS em situação de emergência
FOLGA
Bolsonaro passa o carnaval em unidade do Exército no Guarujá
CAPITAL
Major da PM que matou ex-namorado foi agredida e ficou em cárcere
ECONOMIA
Projeto Maracujá Agroecológico começa a dar resultado a produtores

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia