Menu
Busca quarta, 26 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Moedas de prateadas de R$ 1 perdem a validade hoje

23 dezembro 2003 - 09h25

A partir de hoje, o comércio deixa de receber as moedas de R$ 1 prateadas, produzidas em aço inoxidável. As moedas antigas serão aceitas pelas agências bancárias até 22 de março do próximo ano e recolhidas ao Banco Central.Ainda faltam cerca de 176 milhões de moedas de inox a serem recolhidas pelo Banco Central. Até ontem, foram recolhidas mais de 34 milhões, sendo que antes do início do recolhimento, em setembro, havia mais de 210 milhões. Ou seja, 16,1% das moedas, que devem ser trocadas, estão nos cofres do BC. As moedas prateadas com bordas douradas - que serão as substitutas - são consideradas mais seguras contra falsificação. Estão em circulação mais de 134 milhões. Somente em 2003, 27 milhões foram colocadas na praça. Há, ainda, um estoque de 108 milhões de unidades e prevê-se que outras 150 milhões serão produzidas no próximo ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Fotógrafo particular! Carol Dias mostra resultado de poses para Kaká
PONTA PORÃ
Polícia apreende caminhonete lotada com 1,3 tonelada de maconha
ABIGEATO
Garras apreende 1,5 tonelada de carne em açougues no Pantanal
APOSENTADORIA
Relator da Reforma Previdência apresenta amanhã versão final do texto
CRIME AMBIENTAL
Empresa é multada em R$ 75 mil por derramamento de 26 mil litros de diesel
COPA AMÉRICA
Tite escolhe Allan para substituir Casemiro contra o Paraguai
RURAL
Produção do algodão atingirá novo recorde em Mato Grosso do Sul
TRÁFICO
Aeronáutica abre inquérito para apurar caso de drogas em avião da FAB
ITAQUIRAÍ
Motorista é preso após fugir com Jeep Renegade roubado na BR-163
PRAZO
Matrículas abertas para os minicursos da 71ª Reunião Anual da SBPC

Mais Lidas

DOURADOS
Trans e namorado são presos suspeitos de extorquir cliente após programa
FRONTEIRA
Homem assassinado em estacionamento de shopping é ex-policial
DOURADOS
Jovem morre ao bater moto contra carreta parada no Água Boa
DOURADOS
Homem escapa de tiros na Vila Toscana; ex-namorada e o atual dela seriam os autores