Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Ministro diz que morte da irmã Dorothy não ficará impune

22 fevereiro 2005 - 14h04

O ministro da Reforma Agrária, Miguel Rossetto, que integra a comitiva do presidente Lula em viagem ao Estado, disse há pouco, em Campo Grande, que a morte da freira Dorothy Stang, assassinada a tiros no último sábado no Pará, não vai ficar impune. "No Brasil não cabem mais ações desse tipo e o presidente Lula já determinou todos os esforços no sentido de elucidar esse crime", advertiu Rossetto. O ministro reuniu-se com lideranças do Assentamento "Geraldo Garcia", em Sidrolândia, local onde o presidente da República assinou simbolicamente o documento que garante os benefícios do programa Luz para Todos aos assentamentos rurais de todo o País. "Podem ter certeza de que o Governo não vai sossegar enquanto não esclarecer esse fato", prometeu ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
PRF flagra mais de duas mil ultrapassagens proibidas em rodovias federais
TRATAMENTO
Servidor é indiciado por furtar computadores com projetos da Seinfra
CORONAVÍRUS
Brasil fiscaliza entrada de passageiros de 7 países da Ásia
ECONOMIA
Dólar tem leve alta nesta sexta e renova patamar recorde de fechamento
CAMPO GRANDE
Juíza busca parceria para ampliação do Família Acolhedora
DÁ TEMPO
Ainda não decidiu para onde ir no Carnaval? MS tem opção para todos os gostos
CIRCUITO DE SEGURANÇA
Polícia divulga imagens de penitenciária da fronteira em noite de 'fuga em massa'
BRASIL
Corpo do ex-PM Adriano é liberado para sepultamento após segundo exame
IMUNIZAÇÃO
Campanha de vacinação contra o sarampo segue até março
INTERIOR
Após perseguição, traficante abandona carro com 850kg de maconha em matagal

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia