Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Ministério Público intervém na superlotação carcerária

19 agosto 2002 - 16h32

A ação civil pública impetrada hoje na 6ª vara cível de Dourados pedindo a remoção imediata dos detentos recolhidos no 1º Distrito Policial da cidade, o Ministério Público solicita também que o juiz Zaloar Murat Martins de Souza proíba o governo do Estado de colocar agentes, delegados, escrivães e peritos da Polícia Civil tomando conta de presos. Atualmente eles exercem funções de guarda, fornecimento de alimentação e assistência médica. Segundo a ação do MP, essas atividades estão fora das funções para as quais os policiais foram contratados. O Ministério Público pede que o Estado seja multado em R$ 1 mil por dia por servidor deslocado de suas funções.
De acordo com a ação apresentada pelos promotores Marcos Fernandes Sisti e Sílvio Amaral Nogueira de Lima, caso o juiz acate os argumentos do Ministério Público, o descumprimento implicaria em ato de improbidade administrativa, crime que pode levar à suspensão dos direitos políticos por oito anos, perda da função pública, além de pagamento de multa de dez vezes o valor da remuneração dos agentes públicos. São réus na ação do MP o governador Zeca do PT, o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Almir Paixão, a Agepen e o Estado de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia
REGIÃO
Polícia localiza mocó de maconha e prende dois em Ivinhema
ESPORTES
Após cancelamento de maratona, corredor propõe “desafio solidário”
TOQUE DE RECOLHER
Mais de 200 são flagrados nas ruas de sexta para sábado na Capital
GOVERNO
Acordo prevê no máximo 20 dias para análise de auxílio emergencial
UEMS
Estudantes de MS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
PANDEMIA
Primeiro caso de Covid-19 em Aquidauana pegou o vírus na Capital
JUSTIÇA
STF aprova mais 5 anos para adesão a acordo de planos econômicos
MONITORAMENTO
MS fica em 3º lugar no ranking de transparência nas informações sobre o coronavírus
COVID-19
Com mil mortes por dia, Brasil ainda não chegou ao pico da epidemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown