Menu
Busca segunda, 24 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Milho tem pequena alta mais não anima produtores

24 janeiro 2005 - 18h21

Os preços da saca de milho tiveram pequena reação nos primeiros 20 dias de janeiro, mas nada suficiente para animar os produtores que reduziram o plantio na safra de verão e analisam a possibilidade de plantar menos também na safrinha.
 Na semana passada, a saca de 60 kg esteve cotada entre R$ 13,50 e R$ 15,00, dependendo da região, preços melhores que os do fim do ano passado, que variaram entre R$ 12,00 e R$ 13,00 a saca.
De acordo com o agrônomo Adriano Vendeth de Carvalho, consultor da SoloBrazil Mercados Agrícolas, três fatores podem ser apontados para a reação neste início de ano: a quebra de safra no Rio Grande do Sul, que pode ficar entre 20% e 100%, conforme a região, por causa da seca; o êxito dos leilões de PEP realizados pela Conab, com vendas que chegaram a 90% do volume ofertado e, a última, o pico da entressafra, quando estados como Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e o Nordeste ficam sem milho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo facilitará exportações de produtos voltados à Defesa
BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Mais Lidas

CRIME
Ex-integrante de grupo de Rap é morto a tiros em Dourados
WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação