Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Microcrédito é usado como ferramenta para inclusão social

19 fevereiro 2005 - 17h24

Disponibilizar o acesso ao crédito a juros reduzidos para a população de baixa renda é uma aposta brasileira e mundial para combater a exclusão social. As Nações Unidas declararam 2005 o Ano Internacional do Microcrédito e o governo federal criou este ano o Comitê Nacional do Microcrédito. O Comitê prevê várias frentes de atuação, mas uma das mais importantes, Programa do Microcrédito Produtivo Orientado, prevê crédito para pequenos emprendimentos. Segundo o Banco de Desenvolvimento Econômico (BNDES), há 500 milhões de pessoas excluídas do sistema financeiro no mundo. Sem possibilidades de oferecer garantias a seus credores, essas pessoas se submetem ao pagamento de juros altos para conseguir financiamento. Muitas se tornam vítimas da ação de agiotas. No Brasil, menos de 24% da população possui contas bancárias, aproximadamente 45 milhões de pessoas.A meta das Nações Unidas é incluir 100 milhões de pessoas no mundo inteiro em programas de microcrédito. O coordenador do Comitê Nacional do Microcrédito e Secretário Nacional da Economia Solidária, Paulo Singer, explica que o governo brasileiro não trabalha com meta definida para ampliação do microcrédito e prioriza seus esforços na conscientização das pessoas de que esse mecanismo existe e poder ser utilizado. Ele estima que apenas 250 mil pessoas estão recebendo regularmente esse recurso no país. "Não temos metas quantitativas para este ano, a meu ver seria leviano. É diferente do que abrir uma agencia bancária e começar operar. Vai ser necessário instituir o microcrédito e treinar agentes. O importante é conscientizar o povo brasileiro de que isso é uma arma muito potente na luta contra a pobreza," reiterou. Ele cita o Programa do Microcrédito Produtivo Orientado como um dos mecanismos que pretendem alavancar a propagação do microcrédito no país. O projeto é resultado de uma Medida Provisória que tramita no Congresso Nacional e aguarda aprovação.Para José Caetano Lavorato Alves, presidente da Abcred, associação que reúne entidades de microcrédito, depois de incentivar à inclusão bancária e o acesso ao crédito de forma individual aos consumidores de baixa renda, o governo trabalha agora na terceira etapa deste processo: incluir pequenos empreendedores. São pessoas que possuem pequenos negócios e poderiam utilizar o crédito facilitado para ampliá-los, uma ferramenta importante diante da tendência de redução global de empregos pela automação. Ele acredita que os recursos destinados para essa linha de financiamento girem neste ano em torno de R$ 300 milhões. Os recursos serão do BNDES e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).O professor Paulo Singer destaca que os reflexos das modalidades de crédito criadas pelo governo brasileiro a pessoas de baixa renda estão contribuindo para expansão do mercado interno. "De meados do ano passado para cá houve uma significativa expansão do emprego, mas também do consumo, principalmente de produtos como os alimentos que são importantes exatamente para as camadas de baixa renda".

Deixe seu Comentário

Leia Também

IGUATEMI
Conduta de cabo que matou sogro a tiros em fazenda será investigada
AEDES AEGYPTI
Paraguai decreta situação de emergência por conta da dengue
CAPITAL
Mulher desaparece após dizer que iria fazer tratamento em hospital
BRASIL
BC lança sistema que promete transferir dinheiro em até 10 segundos
CAMPO GRANDE
Após ser diagnosticada com doença rara, menina de 5 anos morre em hospital
REGIÃO
Procon aciona MPE para combater abusos na venda de combustíveis
JUSTIÇA
Réu por assassinato, filho foi escondido pela mãe o tempo todo
BRASIL
CGU vai fiscalizar os municípios de Caracol e Miranda em 2020
CRISE
Força Nacional será enviada ao Ceará após motim e tiros contra Cid Gomes
OPORTUNIDADE
Hospital Regional abre edital para processo seletivo com 27 vagas para profissionais da saúde

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018