Menu
Busca domingo, 16 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Micro e pequenos empresas terão cooperativa e crédito

31 julho 2006 - 09h12

Hélio Carlos Nantes preside Comissão de Implantação da Cooperativa; ele visitou o Campo Grande News Na próxima quarta-feira às 19 horas será constituída e eleita a direção da Cooperativa de Crédito de Micro e Pequenos Empresários de Mato Grosso do Sul, que vai operar a quarta unidade urbana do Sicred em Campo Grande, a Sicred Empresarial. A diretoria da cooperativa vai funcionar na CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), mas o atendimento será no prédio da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), na rua 15 de novembro. Também será na CDL a solenidade de constituição da entidade.A associação começa com 55 sócios-fundadores e com capital de R$ 110 mil. A posse da diretoria só ocorrerá após aprovação dos nomes pelo Banco Central, entidade responsável pela autorização de instituições que operam no mercado financeiro e que deve começar a fiscalizar in loco as cooperativas de crédito a partir de agora. A previsão é que a implantação efetiva da cooperativa ocorra entre novembro deste ano e janeiro do próximo.O presidente da Comissão de Implantação da Cooperativa, Hélio Carlos Nantes, que esta manhã visitou o Campo Grande News, ressalta que a unidade da Sicred virá para preencher uma lacuna no mercado e ressalta a dificuldade que tem hoje o pequeno e micro empresário e empreendedor para conseguir crédito, especialmente por falta de garantias. Uma vez dentro da cooperativa, esse problema é eliminado, já que o tomador passa à condição de sócio. O limite das operações é de até 10 vezes o capital do empresário e de um terço do capital da cooperativa.Podem participar desde micro empreendedores, como são casos de autônomos como vendedores de pipoqueiros, feirantes e dogueiros até pequenos empresários que estejam no Simples. Além da desburocratização, outra vantagem do sistema de crédito cooperativo são condições de taxas diferenciadas. Hoje, enquanto no mercado financeiro normal a taxa do cheque especial varia de 6,5% a 7% ao mês, chegando a 12%, segundo observa Nantes, na Sicred Empresarial estará em 5,5%. Com essas facilidades outra expectativa é que o índice de informalidade possa ser reduzido.A cooperativa englobará Campo Grande, Terenos, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Bandeirantes, Jaraguari e Nova Alvorada do Sul. Através da central Sicred estará ligada a mais de mil cooperativas. Algumas entidades já estão participando, como patrocinadoras, com R$ 10 mil cada, como é o caso da ACICG, Federação do Comércio e apoiadoras (com R$ 5 mil cada) a Amas (Associação dos Supermercados de Mato Grosso do Sul), Associação dos Distribuidores e Atacadistas e Associação dos Representantes Comerciais.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Ludmilla diz que consegue driblar os paparazzi: ‘Fiquei com famosos sem ninguém saber’
ESPORTES
Palmeiras põe planejamento de Felipão em prática e não trabalha com ideia de perder técnico
MEIO AMBIENTE
CMA vota preservação obrigatória da biodiversidade no período de cheias dos rios
ESPORTES
Maior evento de MMA do Centro-Oeste acontece neste fim de semana em Campo Grande
BRASIL
Vereador pede federalização do caso Marielle Franco
MARACAJÚ
Condutor perde controle de veículo e invade loja de roupas
Senado
Adicional de insalubridade para gestantes está na pauta do Plenário
ESPORTES
UFC Milwaukee tem duelo top 10 dos leves e três brasileiros em situações distintas
SEU BOLSO
Refis: contribuinte tem até sexta-feira para quitar débito de ICMS com desconto de até 90%
BRASIL
João de Deus vai se entregar, diz defesa

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morto em confronto articulava assassinato de sargento do Corpo de Bombeiros
DOURADOS
Jovem colide veículo em poste na avenida Marcelino Pires
ABORDAGEM
Homem morre após confronto com a polícia em Dourados
DOURADOS
Homem morto a facadas havia tentado separar briga de mãe e filho por R$ 30