Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Micro e pequenos empresas terão cooperativa e crédito

31 julho 2006 - 09h12

Hélio Carlos Nantes preside Comissão de Implantação da Cooperativa; ele visitou o Campo Grande News Na próxima quarta-feira às 19 horas será constituída e eleita a direção da Cooperativa de Crédito de Micro e Pequenos Empresários de Mato Grosso do Sul, que vai operar a quarta unidade urbana do Sicred em Campo Grande, a Sicred Empresarial. A diretoria da cooperativa vai funcionar na CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), mas o atendimento será no prédio da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), na rua 15 de novembro. Também será na CDL a solenidade de constituição da entidade.A associação começa com 55 sócios-fundadores e com capital de R$ 110 mil. A posse da diretoria só ocorrerá após aprovação dos nomes pelo Banco Central, entidade responsável pela autorização de instituições que operam no mercado financeiro e que deve começar a fiscalizar in loco as cooperativas de crédito a partir de agora. A previsão é que a implantação efetiva da cooperativa ocorra entre novembro deste ano e janeiro do próximo.O presidente da Comissão de Implantação da Cooperativa, Hélio Carlos Nantes, que esta manhã visitou o Campo Grande News, ressalta que a unidade da Sicred virá para preencher uma lacuna no mercado e ressalta a dificuldade que tem hoje o pequeno e micro empresário e empreendedor para conseguir crédito, especialmente por falta de garantias. Uma vez dentro da cooperativa, esse problema é eliminado, já que o tomador passa à condição de sócio. O limite das operações é de até 10 vezes o capital do empresário e de um terço do capital da cooperativa.Podem participar desde micro empreendedores, como são casos de autônomos como vendedores de pipoqueiros, feirantes e dogueiros até pequenos empresários que estejam no Simples. Além da desburocratização, outra vantagem do sistema de crédito cooperativo são condições de taxas diferenciadas. Hoje, enquanto no mercado financeiro normal a taxa do cheque especial varia de 6,5% a 7% ao mês, chegando a 12%, segundo observa Nantes, na Sicred Empresarial estará em 5,5%. Com essas facilidades outra expectativa é que o índice de informalidade possa ser reduzido.A cooperativa englobará Campo Grande, Terenos, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Bandeirantes, Jaraguari e Nova Alvorada do Sul. Através da central Sicred estará ligada a mais de mil cooperativas. Algumas entidades já estão participando, como patrocinadoras, com R$ 10 mil cada, como é o caso da ACICG, Federação do Comércio e apoiadoras (com R$ 5 mil cada) a Amas (Associação dos Supermercados de Mato Grosso do Sul), Associação dos Distribuidores e Atacadistas e Associação dos Representantes Comerciais.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Giulia Costa renova o bronzeado e se refresca em dia de praia no Rio
CAMPO GRANDE
Menino de 9 anos tenta atravessar a rua é atropelado por van escolar
POLÍTICA
Oposição promete dificultar tramitação da reforma da Previdência
CRIME AMBIENTAL
Ambiental prende infrator pescando em cachoeira durante a Piracema
REUNIÃO
Governadores pedem ajustes na reforma e plano de ajuda a estados
CAPITAL
Motorista atropela motoqueiro e na fuga acerta carro estacionado
UEMS
Palestra sobre meditação será na próxima sexta-feira em Dourados
PONTA PORÃ
Baleado na cabeça, integrante de família tradicional morre em hospital
RAIS
Empregadores devem entregar declaração anual até o dia 5 de abril
TRÁFICO
Polícia recupera veículo com mais de 400 quilos de droga na MS-164

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio
JARDIM PIRATININGA
Recém-nascida é encontrada sob tanque de lavar roupas em Dourados
DOURADOS
Investigado por estupro de enteadas, homem é preso com pornografia infantil no celular
DOURADOS
Para não ser preso, foragido do Semiaberto entra em luta corporal com guarda municipal