Menu
Busca quinta, 22 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018

Marido pode ter matado mulher achada semi-nua na Capital

10 dezembro 2003 - 10h27

A Polícia Civil começa a esclarecer o assassinado de Aparecida Vanusa Siqueira, que foi encontrada semi-nua no domingo, na saída para Sidrolândia, perto do Lixão e da fábrica da Frutilla. Já sabe por exemplo que a última ocasião em que foi vista com vida foi na boate "Porteira Quebrada", onde esteve se divertindo com o marido, o tenente-coronel bombeiro Medina. A mulher foi morta com pancadas na testa.À polícia, o marido disse que deixou esposa com uma amiga e foi embora para casa cuidar dos dois filhos. A mãe da mulher assassinada está acusando o tenente-coronel de ser o mandante do assassinato, informou há pouco a FM Capital. No "Porteira Quebrada", Vanusa teria sido "paquerada" por dois homens, conhecidos como Beto Panataneiro e Gilson. A polícia, contudo, não tem ligações dois dois com o crime. O próximo passo será vistoriar o carro do tenente-coronel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOF
Trio é detidos com três motocicletas furtadas em Maracaju
EDUCAÇÃO
UEMS abre vagas para reingresso, transferência interna e aluno especial
ORIENTAÇÃO
Tribunal de Contas do Estado capacita vereadores em Seminário
FAZENDA
Sequestrado em balada na Capital é localizado pela PM de Rio Negro
EDUCAÇÃO
Instituto Federal divulga terceira chamada para cursos superiores
CINCO ESTADOS
Polícia descobre esconderijo de quadrilha de roubo a bancos em MS
CHUVAS
Imasul alerta para transbordamento do Rio Miranda nas próximas 24h
GRATUITO
CNH Digital já é utilizada por 1.159 condutores de MS, aponta pesquisa
TECNOLOGIA
Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook
ECONOMIA
Dólar fecha em queda, a R$ 3,247

Mais Lidas

DESAPARECIDA
Corpo encontrado no rio Dourados é de Débora Dias
ESTRELA PORÃ
Polícia fecha “boca” que abastecia região Oeste de Dourados
RESIDENCIAL ROMA
Criança fica ferida ao cair de prédio em Dourados
DOURADOS
Mulher é baleada durante assalto na avenida Indaiá