Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Marçal pede cautela a autores de manifesto peemedebista

11 dezembro 2003 - 08h03

O ex-deputado federal Marçal Filho, presidente municipal do PMDB, recebeu ontem à noite, dos membros do Diretório do partido, um manifesto exigindo a candidatura própria dele para a Prefeitura de Dourados. O documento também o autoriza a proceder todas as articulações necessárias para obter o apoio do maior número possível de partidos nessa tarefa. Em discurso de pré-candidato, embora evitando confirmar se aceitava a "imposição" contida no manifesto, Marçal disse durante o jantar dos peemedebistas na antiga chácara Terra que não concordava com alguns trechos dos discursos dos oradores que o antecederam, mas confirmou que topa o desafio. "Estou conversando há um tempão com os outros partidos", confirmou o ex-deputado. Em alguns momentos da fala, o presidente do PMDB disse que o partido possui homens capazes de fazer frente ao que ele classificou de administração desastrosa do PT, enumerando a polêmica da ciclofaixa e as deficiências no setor de saúde como problemas inadmissíveis. "Não podemos continuar convivendo com isso", alertou Marçal Filho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Cuidadora é presa após assalto que terminou em morte de médico de 93 anos
TST
Petroleiros fecham acordo com a Petrobras e encerram greve de 20 dias
JARDIM
Armado, homem ameaçava enteada de 8 anos para estuprá-la
UEMS
Mestrado Profissional em Ensino em Saúde abre inscrições em Dourados
ECONOMIA
Associações pedem que Reinaldo revogue aumento do ICMS da gasolina
CAMPO GRANDE
Mulher é presa após xingar idoso e bater na vizinha com mangueira
BATAYPORÃ
Chuva de 90 milímetros coloca cidade de MS em situação de emergência
FOLGA
Bolsonaro passa o carnaval em unidade do Exército no Guarujá
CAPITAL
Major da PM que matou ex-namorado foi agredida e ficou em cárcere
ECONOMIA
Projeto Maracujá Agroecológico começa a dar resultado a produtores

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia