Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Mapa identifica plantio de algodão irreguLar no MS

03 agosto 2006 - 08h06

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) detectou, no primeiro semestre de 2006, a presença irregular de plantas com proteína transgênica em 18.026 hectares de algodão cultivados no País. Neste período, o Mapa fiscalizou um total de 160.343,75 hectares de lavouras de algodão, o equivalente a 18,97% da área total cultivada com o produto na safra 2005/2006. Os dados constam de relatório técnico divulgado hoje (02/08) pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa. Fiscalizados nos estados  da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná.
No primeiro semestre deste ano, o Mapa realizou 171 ações de fiscalização de atividades com organismos geneticamente modificados, sendo 41 em áreas de pesquisa agropecuária a campo, envolvendo as culturas de milho, algodão e cana-de-açúcar, e 130 em áreas de plantio comercial de algodão e milho.
A área onde foi identificado o plantio de cultivares de algodão transgênico corresponde a 2,13% da área total cultivada com o produto na safra 2005/2006. A fiscalização atingiu 28 municípios produtores de algodão localizados na Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais. Em lavouras de 16 municípios dos cinco estados foi identificada, por meio de 791 testes, a presença da proteína transgênica CP4EPSPS, que confere resistência ao herbicida glifosato.
Com a constatação de plantio de OGM em desacordo com as Leis de Biossegurança e de Sementes e Mudas, a fiscalização federal agropecuária lavrou 27 Autos de Infração e encaminhou as notificações à Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio). Segundo o relatório da Secretaria de Defesa Agropecuária, o processo de apuração e aplicação de penalidades na esfera administrativa estão em fase de julgamento e podem incluir multa e apreensão do produto.
O ministério não identificou nas áreas de plantio comercial de milho a presença de organismos geneticamente modificados. Em atividades de pesquisa agropecuária com organismos geneticamente modificados também não foram constatadas irregularidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Produtores de soja tem até dia 31 de janeiro para registro das áreas
BRASIL
Secretário executivo da Casa Civil é destituído por usar avião da FAB
STF
Extinção de cobrança de direitos autorais em quarto de hotel e cabine de navio é alvo de nova ação
DOURADOS
Homem é preso com armas, drogas e munições no Água Boa
CAPITAL
Júri de facção terá segurança reforçada e jurados vão dormir em hotel
REGIÃO
Detento é flagrado tentando dar descarga em maconha
SABOR E SAÚDE
Casa de Vó apresenta linha de produtos integrais e personalizados
REGIÃO
Série de furtos de agrotóxicos leva Defron e SIG até Maracaju
RIO BRILHANTE
Casal usa corrida por aplicativo para buscar droga na Capital
DOURADOS
Dois pescadores de MT são autuados por transporte irregular de pescado

Mais Lidas

VÍDEO
Ventania derruba árvores e destelha casas na região sul de Dourados
REGIÃO
Condutor de caminhonete é preso após atingir sete veículos estacionados
IVINHEMA
Confusão em posto termina com um morto e outro ferido por PM de folga
DOURADOS
Mulher deixa carro com chave na ignição e tem surpresa 15 horas depois