Menu
Busca domingo, 25 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221

Mãe de presos teme mais uma rebelião na Máxima da capital

09 dezembro 2003 - 18h29

A mãe de um detento que cumpre pena no EPSM (Estabelecimento Penal de Segurança Máxima), Maria Madalena, afirmou hoje ao Campo Grande News que tem uma rebelião na prisão este fim de ano. Conforme Maria, a superlotação seria o principal motivo de uma possível revolta. “Fico preocupada quando eles estão em silêncio”, revela. Seu filho está há 3 anos detido na Máxima por assalto a mão armada e receptação. A Afae (Associação dos Familiares e Amigos dos Encarcerados) afirma que é contra qualquer revolta e trabalha apenas para que as reivindicações dos detentos sejam cumpridas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUU!!
Débora Oliver faz cliques quentes para o Diamond Brazil
ASSEMBLEIA
Seminário sobre regularização fundiária urbana é o destaque da semana
LOTERIA
Apostas para a Dupla de Páscoa já podem ser feitas
PM E BOMBEIROS
ACS elege novo presidente em MS
ESTADO
Começa em abril inventário de plantas e solo do Cerrado de Mato Grosso do Sul
Veículos roubados que seriam levados para o Paraguai são recuperados
BRASIL
Conta-salário poderá ser transferida para instituições não financeiras
RECOMENDAÇÃO
Prefeito vai revogar doação de área a Arquidiocese de Campo Grande
MS/PR
Assaltantes se escondem em pântano e acabam presos
ESTADUAL
Federação adia fim da primeira fase após ajuste de tabela

Mais Lidas

NOVO HORIZONTE
Foragido da Justiça é preso após trocar tiros com policiais em Dourados
WILLIAM DENTE PODRE
Ladrão baleado após atirar contra a polícia morre em hospital
DOURADOS
Idoso morre ao ser atropelado na Monte Alegre
FÁTIMA DO SUL
População faz protesto e pedem Justiça no caso Débora