Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

Lula veta parcialmente Lei do Inquilinato

10 dezembro 2009 - 12h40

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou parcialmente a Lei do Inquilinato. Entre os itens vetados está o que determina concessão de liminar para desocupação do imóvel em 15 dias quando houver pedido de retomada em razão de melhor proposta apresentada por terceiros.
Também foi vetado o parágrafo que previa a concordância do proprietário do imóvel para a manutenção do contrato de aluguel em eventuais mudanças societárias do inquilino pessoa jurídica. A justificativa para o veto é de que “o contrato de locação firmado entre o locador e a pessoa jurídica não guarda qualquer relação de dependência com o a estruturação societária da pessoa jurídica locatária”.
Foi vetada ainda a aplicação imediata da lei, que não passa a valer a partir de hoje (10), data da publicação no Diário Oficial da União. A lei terá o prazo de 45 dias para entrar em vigor. A razão da extensão do prazo é dar tempo hábil para que as pessoas afetadas pelas normas conheçam o conteúdo do texto e estudem seus efeitos.
Em novembro, a relatora do projeto no Senado e líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti (PT-SC), havia adiantado que os vetos já haviam sido negociados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Perícia apura causas da morte de homem na Vila Cachoeirinha
PONTA PORÃ
Motorista é preso com maconha e munições na MS-164
DOURADOS
Homem é encontrado morto na região da Cachoeirinha
CAMPO GRANDE
Estelionatária é presa no momento em que tentava aplicar golpe
DOURADOS
Em dia de protesto, educadores cobram prefeita por atraso de salários
ARTIGO
Participação social, democracia e respeito aos idosos
FUTEBOL
CBF premia os melhores do Brasileirão nesta segunda
TRÁFICO FORMIGUINHA
Passageiro é flagrado com pacotes de skunk dentro de ônibus
PEDRO JUAN
Irmãos são assassinados na região de fronteira
ESPORTE
Rússia é banida por doping e está fora de Tóquio 2020 e de Mundiais

Mais Lidas

INTERNACIONAL
Dificuldades na OMC podem afetar disputas comerciais pendentes
EDUCAÇÃO
UFMS é a 9ª universidade mais sustentável do país
DOURADOS
Populares prestigiam abertura do Natal para Todos na praça
DOURADOS
Educação rescinde com empresa que faturou R$ 417 mil por uniformes