Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
VANDALISMO

Veículos são danificados por tijolos atirados de prédio em construção

09 setembro 2017 - 09h38

Dois veículos que estavam em um estacionamento localizado na rua Antônio de Carvalho, no BNH 3º Plano, em frente a um prédio em construção ficaram danificados ao serem atingidos por tijolos atirados por trabalhadores do edifício.

Os acontecimentos foram registrados no final da tarde desta sexta-feira, dia 08 de setembro, por um homem de 69 anos, proprietário de um veículo Honda City, de cor preta, e por um homem de 35 anos, dono de um Honda HRV, de cor marrom, ambos com placas de Dourados, que ficaram muito danificados.

A Polícia Militar compareceu ao local e fez vistoria no prédio em construção, onde trabalham 18 pessoas, incluindo o mestre de obras, mas não foi possível localizar os responsáveis pelos prejuízos causados nos veículos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REPAROS
Sites do governo do estado foram restabelecidos após problemas técnicos
PANTANAL
Briga por ração de gado termina em assassinato em fazenda
POLÍCIA
Operação Hipster apreende comprimidos de ecstasy em vários estados
HOMENAGEM
Plenário do Tribunal do Júri de Fátima do Sul terá nome de servidor
EDUCAÇÃO
MEC libera R$ 2 milhões para universidades e institutos federais do MS
PÂNICO
Menino entra armado e dispara dentro de escola na Capital
ECONOMIA
Dólar fecha o dia em queda de 1,04%, o menos valor desde 25 de maio
MATO GROSSO DO SUL
STJ adia para dia 24 julgamento de arquivamento de inquérito contra governador
BRASIL
Senado aprova MP que cria cargos no Ministério da Segurança Pública
CRIME AMBIENTAL
Trio é detido e multado em R$ 15 mil por pesca predatória

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
CENAS DE CINEMA
Perseguição e troca de tiros termina com veículos recuperados em Dourados
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas