Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Juiz que teve salário de 11 mil suspenso recusa treinamento

16 dezembro 2003 - 14h17

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Nicanor Lima, disse há pouco, na FM Cidade, que o juiz Jomar Fábio Silva de Carvalho, punido ontem com a suspensão do salário mensal de R$ 11 mil, chegou a ser convocado para fazer treinamento a fim de que pudesse ser superado o problema da baixa produtividade. "Mas ele alegou situação de problema de saúde. Verificamnos nos hospitais e nada havia. Um oficial de Justiça viu ele na casa dele para citá-lo, mas mesmo assim se nega a comparecer", disse Nicanor. Em proteção à moralidade pública, segundo Nicanor, não havia outra alternativa, senão suspender os salários numa tentativa de forçá-lo a procurar o TRE. "Não podemos deixar que fique procrastinando a situação dele e recebendo o salário", explicou.Enquanto não é julgado, o juiz Jomar de Carvalho ficará sem receber salários até a próxima sessão administrativa para julgar o caso, marcada para 9 de fevereiro. Os juízes entenderam que caso excluíssem Jomar Carvalho da magistratura, ele poderia recorrer para reassumir o cargo porque não teria espaço para apresentar defesa. Em 1994, o juiz Jomar foi demitido pelo TRT por infração disciplinar. Mas ele recorreu junto a Justiça Federal que, em 2002, decidiu pela sua reintegração ao quadro de magistrados da Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul. Ele foi aprovado no concurso de 1993 e tomou posse no mesmo ano. Com a reintegração conseguida junto à Justiça Federal, Jomar voltou a desempenhar suas funções no cargo, mas sob a avaliação do estágio probatório. Devido ao rendimento irregular, o TRT abriu novo processo administrativo em 26 de junho do ano passado. No último dia 5, os juízes do TRT se reuniram para julgar o novo processo administrativo contra Jomar, mas, devido a sua ausência, por motivos de saúde, a sessão foi adiada para hoje.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROPOSTA
Corte de serviços essenciais nas vésperas de fins de semana e feriados pode ser proibido em MS
BRASIL
Encceja 2019 registra meio milhão de inscritos no primeiro dia
EDUCAÇÃO
IFMS prorroga prazo de inscrições para cursos técnicos a distância
TRÊS LAGOAS
Ambiental multa produtor rural por desmatamento
CAMPO GRANDE
Shopping é condenado por assalto dentro do estacionamento
BRASIL
Governo nomeia Guimarães Neto para presidência da Embratur
ENCONTRO HOLÍSTICO
Terapeutas Holísticos de MS participam do Congresso Holístico Internacional em Bonito
DOURADOS
Quatro empresas serão notificadas para obras na Presidente Vargas
LEGISLATIVO
Portador de doença que necessite aparelhos não poderá ter energia cortada
DOURADOS
Mulher é presa tentando atear fogo na casa do ex

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação