Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Juiz deferiu quebra de sigilo bancário dos PMs presos

17 dezembro 2003 - 15h59

Os nove policiais militares presos em 18 de novembro, dia seguinte à fuga do traficante Romilton Queiroz Hosi, tiveram os sigilos bancário e telefônico quebrados por determinação do juiz Alexandre Antunes, da Auditoria Militar. Nos depoimentos prestados hoje, nenhum dos presos admitiu ter escoltado o preso da cela do Fórum até à 1ª Vara Criminal. Também não houve nenhuma declaração contundente que evidenciasse que houve facilitação.Ao longo do depoimento em vários momentos foram expostas situações de negligência, como a falta de contagem dos presos no retorno aos presídios e delegacias, após os depoimentos. Também não há um controle rigoroso de qual policial escolta qual preso. Outra situação apontada é que após a saída dos presos da cela do Fórum ela não foi revistada.Por enquanto, a Auditoria tem a confirmação de um escrevente da 1ª Vara de que o traficante foi escoltado pelo soldado Milton César Cunha. Ele negou hoje e disse que não viu o traficante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDALHA DE OURO
Judoca de MS conquista ouro no Pan-Americano e garante vaga no Mundial
BRASIL
ANTT suspende resolução com novas regras para cálculo de frete mínimo
FRONTEIRA
Campeiro é preso suspeito de degolar douradense em fazenda
BOXE
Corumbá recebe 15ª edição de Desafio Internacional de Boxe
ECONOMIA
Dólar fecha em queda na expectativa por decisões de juros nos EUA, zona do euro e Brasil
OPORTUNIDADE
IFMS abre nove vagas para professor substituto e salários podem ultrapassar R$ 6 mil
SAÚDE
Dourados terá R$ 3,6 milhões do Ministério da Saúde
BRASIL
Governo acelera liberação de agrotóxicos, esse ano já foram 262 registrados
CORUMBÁ
Homem ferido em explosão de churrasqueira morre depois de uma semana internado
DOURADOS
Biomedicina, Enfermagem e Odontologia da Unigran abrem processo seletivo para contratação de professor

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163