Menu
Busca sábado, 15 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Juiz deferiu quebra de sigilo bancário dos PMs presos

17 dezembro 2003 - 15h59

Os nove policiais militares presos em 18 de novembro, dia seguinte à fuga do traficante Romilton Queiroz Hosi, tiveram os sigilos bancário e telefônico quebrados por determinação do juiz Alexandre Antunes, da Auditoria Militar. Nos depoimentos prestados hoje, nenhum dos presos admitiu ter escoltado o preso da cela do Fórum até à 1ª Vara Criminal. Também não houve nenhuma declaração contundente que evidenciasse que houve facilitação.Ao longo do depoimento em vários momentos foram expostas situações de negligência, como a falta de contagem dos presos no retorno aos presídios e delegacias, após os depoimentos. Também não há um controle rigoroso de qual policial escolta qual preso. Outra situação apontada é que após a saída dos presos da cela do Fórum ela não foi revistada.Por enquanto, a Auditoria tem a confirmação de um escrevente da 1ª Vara de que o traficante foi escoltado pelo soldado Milton César Cunha. Ele negou hoje e disse que não viu o traficante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
UFC Milwaukee tem duelo top 10 dos leves e três brasileiros em situações distintas
SEU BOLSO
Refis: contribuinte tem até sexta-feira para quitar débito de ICMS com desconto de até 90%
BRASIL
João de Deus vai se entregar, diz defesa
BRASIL
Fazenda defende venda direta de etanol do produtor para os postos
ECONOMIA
Estiagem ocorre em fase crítica da soja no Sul do MS
MS
Dois ficam feridos em acidente na BR-262
BRASIL
Dívida pública é desafio para o Orçamento do país, dizem parlamentares
CAMPO GRANDE
Mulher é presa por tráfico internacional de armas
CAMPO GRANDE
Casal de irmãos é atingido por tiros em frente de casa
DOURADOS
Mulher tenta furtar blusas de loja, mas acaba na delegacia

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é assassinado a facadas horas após sair da prisão
DOURADOS
Homem morto a facadas foi preso em novembro por tentar atropelar a mulher
DOURADOS
Jovem colide veículo em poste na avenida Marcelino Pires
CRIME AMBIENTAL
Polícia fecha rinha de galo em Dourados e homem é multado em mais de R$ 16 mil