Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
INVESTIGAÇÃO

Joesley e Saud omitiram informações

10 setembro 2017 - 15h20

O ministro Luis Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, afirmou em decisão que decretou a prisão do empresário Joesley Batista e de Ricardo Saud, que os dois omitiram informações que era obrigados a prestar e que isso supendeu provisoriamente parte dos benefícios previstos no acordo de delação premiada feito pelos executivos da J&F, grupo dono da JBS.

Fachin destaca ainda que há elementos que Joesley e Saud poderiam, em liberdade, encontrar estímulos para ocupar parte "parte dos elementos probatório, os quais se comprometerem a entregar às autoridades em troca de sanções premiais mas cuja entrega ocorreu, ao que tudo indica, de forma parcial e seletiva".
Ao justificar a decisão de prender Joesley e Saud, Fachin afirma que os dois integram uma organização voltada à prática sistemática de delitos contra a administração pública e lavagem de dinheiro.

No documento divulgado neste domingo, Fachin justifica ainda o motivo de ter negado o pedido de prisão do ex-procurador da República Marcello Miller. Segundo o ministro, não são "consistentes" os indícios de que Miller tenha sido "cooptado" por organização criminosa. Ao encaminhar o pedido de prisão de Joesley e Saud, a Procuradoria-Geral da República também havia solicitado a prisão do ex-procurador.

LEIA A INTEGRA DA DECISÃO

Fachin retirou neste domingo (10) o sigilo do despacho que autorizou a prisão temporária de Joesley e Saud. A decisão foi tomada a partir do pedido de prisão apresentado, na última sexta (8), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem é presa após ameaçar mulher de morte
PIB
Economia de Mato Grosso do Sul tem a 6ª maior taxa de crescimento no país
PESQUISA
Quase metade dos turistas que vem a MS estão dispostos a gastar mais de R$ 1 mil
INTERNACIONAL
Brasil entrega presidência do Brics e destaca trabalho em inovação
MATO GROSSO DO SUL
Projeto prevê autorização de venda de arma de fogo a servidor da Segurança Pública
JOGOS DA JUVENTUDE
Judô, handebol e basquete de MS buscam primeiras medalhas nos JEJ
NOVA ANDRADINA
Homem internado com sinais de espancamento morre em hospital
ASSEMBLEIA
Semana Estadual dos Direitos Humanos pode ser criada em MS
MATO GROSSO DO SUL
Publicada lei que anistia pequenas dívidas de ICMS e derruba imposto para casas populares
SAÚDE PÚBLICA
Brasil lança primeira campanha para prevenir obesidade infantil

Mais Lidas

DOURADOS
Encontrado morto na PED dividia cela com 18 internos em ala comandada por facção
TRÂNSITO
Bêbado invade preferencial e deixa família ferida em Dourados
ENCOMENDADA
Quadrilha desarticulada tinha ordem de facção para roubar seis motos em Dourados
PURIFICAÇÃO
Preso, ex-secretário de Saúde é exonerado do cargo de coordenador do Samu