Menu
Busca sexta, 14 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Japoneses de SC homenageiam vítimas de Nagasaki

09 agosto 2002 - 09h32

Os 57 anos da explosão da bomba atômica dos Estados Unidos contra a cidade de Nagasaki, no Japão, serão lembrados hoje numa cerimônia no município de Frei Rogério, no oeste de Santa Catarina.
Exatamente no momento em que ocorreu a explosão, às 11h02, a comunidade Japonesa que vive no município fará um minuto de silêncio e tocará o Sino da Paz em homenagem aos 73.884 mortos e 74.909 feridos. O Sino é esculpido em bronze, pesa 30 quilos e foi doado pela prefeitura de Nagasaki. No local onde ele foi instalado está sendo construído um parque que deve ser inaugurado no final do ano.
O município de Frei Rogério abriga sobreviventes da bomba atômica de Nagasaki, como o japonês Kazumi Ogawa, de 72 anos, que chegou ao Brasil em 1961 com a família e hoje trabalha na agricultura plantando peras. A cerimônia começa a partir das 10 horas, com a participação de autoridades estaduais, municipais e estudantes.


Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Bruna Griphao mostra tanquinho trincado em passeio na cachoeira
FUTEBOL
CBF sorteia primeira fase da Copa do Brasil 2019: veja os confrontos
INTERPOL
Fux manda prender Cesare Battisti e abre caminho para extradição
FRONTEIRA
Com pistola na mochila, motociclista é preso pela PRF na BR-463
ESTRATÉGIAS
Governador e embaixador do Chile discutem o Corredor Bioceânico
ROMBO
Comissão do Congresso aprova Orçamento da União para 2019
COMPROMISSO
Reinaldo Azambuja vai doar metade do salário a entidades sociais
LEI
Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
NAVIRAÍ
Dupla faz pastor e esposa reféns e levam caminhonete e dinheiro
CORAÇÃO
Ex-presidente Dilma passa por cirurgia para desobstruir artérias

Mais Lidas

BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
LUTO
Morre em Dourados empresário dono de tradicional restaurante
DOURADOS
Vereadores presos são afastados pela Justiça e suplentes assumem hoje
BOAS FESTAS
Ação conjunta mira traficantes em Dourados