Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Irmão é suspeito de matar sexagenário na capital

19 janeiro 2004 - 09h39

Informações registradas pela Polícia Civil dão conta da morte por espancamento do carpinteiro João Luiz da Silva, 63 anos. Um dos suspeitos seria o irmão dele, Raimundo Luiz da Silva, 56 anos. O crime teria ocorrido entre a noite de sábado e manhã de ontem. Raimundo telefonou para outro irmão da vítima, Pedro Luiz da Silva, 74 anos. “O João morreu”, resumiu, na ocasião. Pedro tentou acionar o IML (Instituto Médico Legal) e foi para a residência onde João e Raimundo viviam, na Rua das Primaveras, 73, no Jockey Clube. A perícia e a Polícia Militar foram acionadas. João estava caído ao lado da cama e cheio de marcas de pancadas pelo corpo. Raimundo disse à polícia que esteve em casa durante toda a noite e nada ouviu. Alcoólatra, João sempre tinha desentendimentos com o irmão, que não aprovava seu envolvimento com bebidas alcoólicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ALVORADA
Homem que apanhou de prefeito é solto após amigos pagarem fiança
POLÍTICA
Câmara decreta ponto facultativo no Carnaval e adianta sessão ordinária
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 170 milhões nesta quarta-feira
OPORTUNIDADE
Correios realiza leilão de bens e veículos nesta quarta-feira
CAPITAL
Homem é baleado por desafeto ao buscar filho na casa de cuidadora
EDUCAÇÃO
Rede Estadual de Ensino inicia ano letivo de 2020 nesta quarta-feira
DOURADOS
Alunos do Sesi Dourados vão representar MS na “Fórmula 1 in Schools”
TRAGÉDIA
Colisão entre carro e carreta mata três pessoas na MS-276
TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
ECONOMIA
Câmara dos Deputados aprova MP do Agro; texto segue para Senado

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros