Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 9860-3221
PESCADORES AUTUADOS

Infratores são autuados e barcos, motores e petrechos de pesca apreendidos

16 outubro 2017 - 15h20Por Da redação

Policiais Militares Ambientais de Coxim, autuaram no último sábado (14), à noite, dois pescadores por pesca ilegal. Ao vistoriarem duas embarcações nas proximidades da Cachoeira do Campo, no município, uma em que estava um pescador amador, residente em Campo Grande e, em outra um turista residente em São Paulo (SP), os quais não se conheciam, a PMA verificou que os pescadores, não possuíam autorização de pesca. 

Eles iniciavam a pescaria e ainda não tinham capturado nenhum pescado. Foram apreendidos dois barcos, dois motores de popa e dois molinetes de pesca com varas, que os pescadores utilizavam na pescaria ilegal. 

Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 700. Durante a fiscalização, os policiais ainda retiraram 26 anzóis de galho (petrecho proibido) do Rio Coxim e Taquari.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILEIRÃO
Três jogos encerram rodada da Série B neste sábado
TRÂNSITO
Mulher morre após acidente entre carro e moto
BRASILEIRÃO
Vasco vira diante do Fluminense e volta a vencer no campeonato
DOURADOS
Bancada de MS terá que "brigar em Brasília" para garantir hospital da mulher e da criança
INTERNACIONAL
Trump diz que ajuda a resolver questão entre a Coreia do Sul e o Japão
SAÚDE PÚBLICA
Julho Amarelo terá ações sobre IST e hepatites virais em Dourados
NOVA ALVORADA DO SUL
Anta com mais de 170kg é resgatada após cair em estação de tratamento de esgoto
SUB-17
Comercial e Cena entram em campo pela liderança do grupo E
NIOAQUE
Satélite denuncia desmatamento e homem é multado por crime ambiental
DOURADOS
Geraldo despista sobre pré-candidatura à prefeitura e diz que debater eleição agora é “desserviço”

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é baleado com quatro tiros no Estrela Verá
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
HOMICÍDIO
Jovem é assassinado com tiro de 9mm em Itaporã
INVESTIGAÇÕES
Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS