Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Índios que invadiram fazenda em Iguatemi fazem mais reféns

02 janeiro 2004 - 11h51

Os índios Guarani que ocupam duas fazendas na região de Iguatemi, a 474 quilômetros de Campo Grande, estão furtando animais e ameaçando comerciantes do município, além de manterem reféns. Pelo menos são essas as informações que chegam até a Polícia Militar da região. Ontem, pessoas que moram em chácaras na região de acesso às fazendas ocupadas, viram dois índios cavalgando em dois cavalos de vizinhos, conforme as informações da PM. Os donos deram falta dos animais, foram até a Funai (Fundação Nacional do Índio) e, de lá, sem nenhum representante do órgão, ao acampamento indígena. No local, acabaram ficando retidos pelos Guarani. A PM recebeu hoje a informação de que, após intervenção da Polícia Federal, a dupla foi liberada, mas não localizou os cavalos. A PF em Naviraí, delegacia mais próxima da área de conflito, informa que não mantém equipe na região. A PM diz o contrário, ou seja, que os federais estão acompanhando o caso, enquanto os militares aguardam em alerta uma possível necessidade de apoio operacional aos colegas. Em outro caso verificado ontem, um comerciante disse que foi obrigado a dar alimentos e cachaça aos índios. Eles foram até o minimercado do homem, que não quis ser identificado, e o obrigaram a entregar os produtos. Com medo, o comerciante rejeitou até registrar a ocorrência policial. No momento, a informação é de que a PM está deslocando uma equipe até as fazendas ocupadas para resgatar os dois campeiros feitos reféns ontem. Nenhum diretor ou funcionário da Funai na região foi encontrado para comentar o assunto. Os índios ocupam fazendas na região da aleida Porto Lindo desde o dia 22 de dezembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BALANÇO
Em 3 meses, AGU cobra R$ 37 mi de autores de irregularidades em autarquias
CORONAVÍRUS
Universidades públicas em Dourados concentram ações na contenção da pandemia
CORUMBÁ
Polícia captura foragido do sistema prisional durante abordagem
ECONOMIA
Auxílio emergencial foi pago hoje para 2,5 milhões de pessoas
COVID-19
Pessoas com idade entre 30 e 39 anos são as que mais contraíram coronavírus em MS
TRÁFICO
Falso casal é preso com maconha que seria entregue em Dourados
DOURADOS
Polícia Penal flagra drogas e celulares na PED
BRASIL
Registro para vender produtos de cannabis pode ser pedido online
DOURADOS
Paciente confirmado com Covid-19 hoje já estava isolado e terminou quarentena
CORUMBÁ
MP dá 48h para bancos e lotéricas adotarem medidas de prevenção ao coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí