Menu
Busca quinta, 15 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
PARANHOS

Índios invadem sítio e matam assentado a golpes de facão

27 junho 2015 - 17h05

Um homem foi morto a facadas durante o final da manhã deste sábado (27) no Assentamento Beira Rio, na cidade de Paranhos. O enteado de Almiro Barce de Lima, 64 anos, apontou que um grupo com seis indígenas invadiu a casa da vítima e o matou a golpes de facão.

De acordo com informações do site Campo Grande News, o enteado, que não se identificou, contou que a sua mãe estava na casa, que também funciona com o uma quitanda, com a vítima, quando o grupo de indígenas chegou e pediu bebidas alcoólicas, mas eles apontaram que não tinham. Então começaram a rondar a casa e, por volta das 11h, invadiram o estabelecimento.

Almiro tentou se defender, mas acabou sendo esfaqueado. A sua esposa correu e foi pedir ajuda para os vizinhos. Um homem socorreu a vítima, segundo o registro policial, e o encaminhou até o Hospital Municipal de Paranhos, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

A vítima sofreu um corte na região torácica, tendo como causa da morte a perda de sangue.

A Polícia Civil foi acionada e realiza rondas para encontrar os possíveis autores das facadas. O caso foi registrado como homicídio doloso majorado, se o crime é praticado contra pessoa menor de 14 ou maior de 60 na Delegacia de Polícia do Município.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Aline Riscado exibe corpo saradíssimo em banho de cachoeira
ITAQUIRAÍ
Grávida, sobrinha de vereador morto na BR-163 sai ilesa do acidente
LAVA JATO
Em depoimento, ex-presidente Lula nega ser dono de sítio em Atibaia
UFGD
Núcleo de Estudos promove Semana da Consciência Negra dias 20 e 21
CRIMINALIZADA
Motorista que foge do local do acidente comete crime, decide STF
FUTEBOL
Funed inicia preparativos para grande final do 16º Interdistrital
DEVOLUÇÃO
Receita paga sexta-feira restituições do sexto lote do IRPF de 2018
CASA NOVA
Reforma e ampliação do Fórum de Nova Andradina será entregue dia 20
NOVOS CANAIS
Disque Lâmpada da Semsur agora terá número de WhatsApp e e-mail
PEDRO JUAN
“Arquivo vivo”, advogada executada na fronteira ameaçava autoridades

Mais Lidas

FRONTEIRA
Mulher é assassinada a tiros, quase um ano após execução do marido
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
ELDORADO
Vereador morre em acidente na rodovia BR-163 próximo a Itaquiraí