Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 9860-3221

Índios continuam com protesto às margens da rodovia

19 dezembro 2003 - 18h15

Os indígenas da aldeia Porto Lindo continuam protestando às margens da rodovia MS 299, que liga Japorã a Iguatemi. Segundo informou o administrador da Funai de Amambai, Willian Rodrigues, aproximadamente 600 índios estão no local, por ser perto da aldeia, eles revezam, afirmou Rodrigues. Eles reivindicam a demarcação da área indígena, principalmente na fazenda Acrolac, na divisa com a aldeia Porto Lindo. Os indígenas querem uma posição oficial sobre a situação das terras. De acordo com o administrador da Funai, o processo está nas mãos de um antropólogo, que faz o estudo do local, há dois meses e que deverá devolver o relatório para a Funai. O antropólogo ficou de devolver o processo até o fim de dezembro, ou no máximo no início de janeiro. Essa posição será levada para os índios para tentar solucionar o problema da manifestação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Taxa do Enem será R$ 85; isenção pode ser solicitada em abril
COXIM
Cantor sertanejo morre ao bater moto de frente com caminhão
BRASIL
TRF-4 decide que Marun deixe cargo de conselheiro na Itaipu Binacional
ÁGUA E SANEAMENTO BÁSICO
Investimentos da Sanesul em Dourados chegam a R$ 243 milhões
BRASIL
Defesa de Lula pede envio do processo do triplex à Justiça Eleitoral
CAGED
MS gera 3511 vagas com carteira assinada em fevereiro
AFTOSA
Iagro alerta pecuaristas para mudanças na vacinação da etapa de maio
BRASIL
Dólar fecha em queda e volta ao patamar de R$ 3,85 com cena política no foco
RIO BRILHANTE
Veículo é apreendido sem bancos e polícia descobre que ele havia sido furtado
SAÚDE
MS tem a terceira maior incidência de casos de dengue do Brasil

Mais Lidas

TRÂNSITO
Homem morre após ser atropelado por motorista que fugiu do local do acidente
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
RIO BRILHANTE
Homem é assassinado após matar e comer galo do vizinho
PONTA PORÃ
Homem em caminhonete é executado a tiros na região de fronteira