Menu
Busca domingo, 16 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Índio é assassinado a tiros na aldeia Jaquapiru

31 março 2005 - 09h01

O índio João Martins, 66 anos, foi morto por volta das 20 horas de ontem, com um tiro nas costas, que trafixou para o peito, quando retornava de uma igreja evangélica para casa, na aldeia Jaguapiru, na Reserva de Dourados. Segundo informações da Polícia Civil, ele estava com a esposa Cricélia Cavalheiro Martins, 54 anos e uma filha de oito anos, a cerca de 10 metros de sua casa quando foram surpreendidos por um homem que saiu de um matagal e disparou dois tiros contra João, acertando apenas um. Mesmo ferido ele teria corrido, mas o ssassino ainda efetuou mais um diparo, que não acertou a vitima. Segundo a esposa do índio ele era religioso, não bebia e nem tinha desafetos, além de já ter sido capitão em uma aldeia de Caarapó e Conselheiro Indígena na aldeia Jaguapiru. A polícia trabalha com a hipótese de vingança familiar. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Maconha que seria levada para o Ceará é apreendida em MS
CONTRABANDO
PRF apreende de 2 toneladas de agrotóxicos escondidos em carga de leite
SAÚDE
Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil
CORUMBÁ
Escolas de samba realizam pré-desfile neste domingo
CAMPEÃO
Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa
DROGAS
Duas mulheres são presas por tráfico em ônibus que passava por Dourados
INTERNACIONAL
Número de casos de coronavírus em navio no Japão chega a 355
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
FUTEBOL
Governo lança projeto para promover direitos humanos no esporte
PONTA PORÃ
Leitura entre detentos é estimulada com a doação de livros a presídio

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
HARRISON DE FIGUEIREDO
Adolescente é detido e jovem é presa por tráfico, receptação e posse
DOURADOS
Dupla é presa por porte e posse ilegal de arma de fogo
FURTOS
Ladrões fazem “arrastão” e levam motos em Dourados