Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Índio diz que vai comprar lote com acerto de usina

05 dezembro 2003 - 08h04

O indígena Cláudio Espíndola da Silva, que foi beneficiado ontem à tarde com uma indenização de R$ 1.200,00 pela empresa Debraz, onde trabalhou durante 15 anos, desde os 12 anos de idade, disse que vai comprar um lote para poder plantar na própria Reserva Indígena. Ele tem dois filhos, um de quatro e outro de dois anos de idade. Um lote na aldeia está custando entre R$ 300,00 e R$ 350,00.Cláudio foi um dos quase 500 indígenas que tiveram oportunidade de participar das audiências promovidas pela Justiça do Trabalho no Núcleo de Atividades Múltiplas (NAM) da Unigran, construído na aldeia Jaguapiru, graças ao trabalho integrado com todos os segmentos interessados em aproximar a cidadania e o acesso à Justiça àquela comunidade. O advogado Ismael Ventura, que representou Cláudio e atuou em várias outras ações, disse que foram obtidos bons acordos ao longo do ano. O juiz presidente do Foro Trabalhista de Dourados, Francisco das Chagas Lima Filho, destacou a parceria com a Unigran e considerou bastante significativa a compreensão do Ministério Público do Trabalho e do Tribunal Regional do Trabalho em participarem dessa iniciativa, pioneira em todo o País, e que ajudou a reduzir as dificuldades enfrentadas pelos índios no mercado de trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROCHEDO
Adolescente atira acidentalmente com espingarda e mata amigo de 13 anos
ECONOMIA
Variação do preço do gás de cozinha é de 22% em Dourados
PONTA PORÃ
Foragido da justiça de Goiás é capturado na fronteira
REGIÃO
Drogas e armas são apreendidas em Angélica durante operação
ECONOMIA
Governo pretende mudar período usado para corrigir salário mínimo
UNIVERSIDADE
Uems oferta 2.163 vagas no Sisu 2020 até domingo
SAÚDE
Brasil é o segundo em número de casos de hanseníase no mundo
NOROESTE DE MS
Policiais encontram mais de 125 kg de cocaína em tanques de combustível
PLEBISCITO
Senado do Chile devolve projeto sobre paridade de gênero à Câmara
DOENÇA
Ministério da Saúde descarta suspeita de caso de coronavírus no Brasil

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira