Menu
Busca quarta, 16 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Índia morre queimada enquanto dormia na Bororó

18 agosto 2002 - 07h36

A indígena Glória Sepre, 69 anos, morreu queimada ontem, às 23 horas, enquanto dormia na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados. Ela estava em casa na companhia do marido Lúcio Gonçalves e do sobrinho Adolfo Sepre. Eles deixaram uma vela acesa antes de dormirem, na casa coberta de sapé onde moram. O sobrinho contou aos policiais que acordou com a casa totalmente em chamas e gritou pelos tios. Adolfo disse que ele e o tio ainda tentaram socorrer Glória, mas que não foi possível pelo adiantado das chamas. A casa ficou totalmente destruída e o corpo da índia completamente carbonizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXPULSÃO
Chefão do narcotráfico é entregue à Polícia Federal brasileira
TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
JUSTIÇA
Acusado de matar ex-sogra é considerado inimputável e será internação
POLÍTICA
Câmara aprova MP que reformula estrutura do governo federal
CAMAPUÃ
Idoso invade casa para agredir vizinha e é expulso com cabo de rodo
PEDESTRIANISMO
‘9ª Corrida Saúde Cassems-Noturna’ será realizada no próximo sábado
SOCORRO
Em ação conjunta, Bombeiros e PM resgatam criança ferida no Pantanal
VISITA OFICIAL
Bolsonaro vai ao Japão incentivar comércio e buscar investimentos
CORUMBÁ
Triplo homicídio: assassino diz que matou porque foi “zombado”
FUTEBOL
4ª fase da Copa Assomasul será no próximo sábado em Três Lagoas

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é executado por engano na frente do filho na fronteira
FATALIDADE
Empresário de MS morre em acidente no interior de Minas Gerais
ITAQUIRAÍ
Homem é executado por pistoleiro no Sul de MS
TRÊS LAGOAS
Corpo de empresário é encontrado após mais de 48h de buscas