Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Incra prepara nova ação pró-ribeirinhos

24 janeiro 2005 - 15h01

Extrema pobreza e carência de assistência econômico-social é o que foi constatado nas localidades de Porto Paraíso, Porto Amolar, Porto Chané, Paraguai-Mirim, Fazenda Santa Catarina, Baía do Castelo e Projeto de Assentamento São Domingos, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. A constatação foi feita durante a Ação de Documentação dos Ribeirinhos dentro do Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural realizada durante os dias 11 e 23 de dezembro de 2004. Diante da grande necessidade das comunidades, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) está programando uma nova investida  visando a melhoria de vida para a população ribeirinha. A primeira ação do gênero surgiu da parceria entre 11 entidades federais, estaduais e municipais, entre elas o Comando Naval de Ladário que ofereceu gentilmente pessoal, o navio Paraguassu, um helicóptero e duas lanchas. Entre os marinheiros atuaram médico, dentista e toda tripulação do barco composta por homens e mulheres. O Incra fez a mobilização e a documentação, no total foram atendidas mais de mil pessoas. Foram emitidos 370 documentos entre CPF, identidade e carteira de trabalho (com 52 fotos feitas na hora), 884 atendimentos médico-odontológicos, 96 atendimentos pelo INSS, 9 famílias cadastradas para triagem do Programa de Segurança Alimentar e 106 pré-matrículas pela rede estadual de ensino. A iniciativa ocorreu após denúncia de uma emissora de TV local que flagrou uma realidade alarmante. Famílias inteiras da região sobrevivem apenas da venda de iscas para pescadores e cata do caranguejo, uma atividade extremamente penosa da qual as crianças não são poupadas. Para reverter esse quadro, a Secretaria de Estado da Educação participou da ação realizando pré-matrícula das crianças em idade escolar, enquanto providencia a construção de escolas e destina professores para iniciarem o ano letivo em março de 2005 por meio do Programa de Gestão da Educação Básica no Campo. As famílias mais carentes foram cadastradas para triagem pelo Programa de Segurança Alimentar e devem receber o auxílio nos próximos meses. Enfim, tratou-se de uma grande mobilização em que o Estado foi até as populações que normalmente têm dificuldade de acesso às instituições oficiais. “Em anos de trabalho no Incra poucas vezes encontrei situações como essa”, testemunha a asseguradora substituta do programa no estado, Timótia Yolanda Gauto. “Durante a cheia, a alimentação dos ribeirinhos se restringe a peixe e farinha de milho. Entre eles (os ribeirinhos), a alfabetização é quase nula e poucos têm documentação básica” conta a servidora do Incra. Timótia foi uma das 21 integrantes do grupo de profissionais que percorreu os municípios de Corumbá e Ladário durante 12 dias, a bordo do navio Paraguassu . O primeiro dia foi de treinamento dos civis e adaptação às normas oficiais. Os demais foram de trabalho duro, uma experiência de vida marcante e satisfação pelo trabalho. “Foi emocionante assistir o salvamento de um menino com problemas respiratórios que poderia ter morrido se o helicóptero não estivesse lá para levá-lo ao hospital” lembra a servidora do Incra. E complementa “A marinha é o único socorro com que aquela gente conta durante a maior parte do ano e agora nós estamos trabalhando para garantir que eles tenham acesso à educação, saúde e cidadania o ano inteiro”.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONSCIENTIZAÃO
Milagres do Carnaval é tema de campanha deste ano do Detran-MS
DOURADOS
Internos são flagrados tentando entrar no semiaberto com celulares, maconha e cocaína
REGIÃO
Unigran oferece curso de Educação Física semipresencial em Dourados
Educação
Falta muito? Já tá chegando?
DOURADOS
Confira o que fecha e o que abre durante os dias de Carnaval
JARDIM GUAICURUS
Jovem resgatada foge da UPA e tenta subir em torre mais uma vez
DOURADOS
Ministro do STF nega liberdade a ex-secretário de Saúde
DOURADOS
Homem é encontrado caído em estrada com facada no pescoço
SÃO GABRIEL
Polícia apreende R$ 300 mil em mercadorias contrabandeadas do Paraguai
SAÚDE
Câmara dos Deputados aprova ultrassonografia mamária obrigatória pelo SUS

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia