Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Igreja dos EUA faz acordo em casos de abuso sexual

01 fevereiro 2005 - 18h11

A Arquidiocese de Miami informou nesta terça-feira que pagou 12,9 milhões de dólares em acordos envolvendo processos contra sacerdotes por abuso sexual. "O dinheiro veio de seguros", disse à imprensa a porta-voz da arquidiocese, Mary Ross Agosta.
 "Pagamos apólices a companhias privadas de seguros que cobrem todas estas áreas, de indenização a trabalhadores e danos a propriedade, até processos por abuso sexual", acrescentou.
Segundo os documentos da arquidiocese, a maior parte dessa quantia foi paga durante 2003 e 2004, sendo gastos US$ 7,3 milhões em acordos e US$ 2,2 milhões em honorários de advogados, para chegar a soluções extrajudiciais em 31 dos 35 casos. Desde 1966, o total gasto em demandas contra sacerdotes é de US$ 12,9 milhões.
De acordo com estatísticas da arquidiocese, desde sua fundação em 1960, 40 sacerdotes foram acusados de conduta sexual imprópria e abuso contra menores.
Anteriormente, o arcebispo John Favalora tinha dito ao jornal La Voz Católica, publicação oficial da arquidiocese, que "os fundos não saíram do dízimo ou de doações de caridade", sem dar outros detalhes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento em Psiquiatria para Dourados e mais duas cidades
MANDADO DE PRISÃO
Em abordagem por pesca ilegal, PMA captura foragido da justiça
OPORTUNIDADE
Vale Universidade recebe inscrições a partir do dia 3 de março
LEGISLATIVO
Assembleia realiza audiência para apresentação de relatórios da Saúde
COVID-19
Desinfetante, álcool e água sanitária podem eliminar o Coronavírus
CAMPO GRANDE
Suposto receptador exige R$ 4 mil para devolver S-10 furtada
COTAÇÃO
Dólar fecha a R$ 4,44 e renova patamar recorde
SETE QUEDAS
Homem é preso com arma de fogo e munições em área rural
SUJEITO A PUNIÇÃO
Estados e municípios têm até domingo para informar gastos com saúde
UFGD
Universidade abre inscrições para aulas gratuitas de zumba

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira